Home Seleção Brasileira A Copa do Mundo é da Seleção Brasileira
Seleção Brasileira - 14 de outubro de 2019

A Copa do Mundo é da Seleção Brasileira

Com vitória sobre o Japão por 3 a 1, Seleção confirmou o título com uma rodada de antecipação

O Brasil é campeão da Copa do Mundo de forma irretocável. Na manhã desta segunda-feira, a décima vitória em dez jogos foi conquistada na cidade de Hiroshima, no Japão, diante dos donos da casa, por 3 sets a 1, parciais de 25-17, 24-26, 25-14 e 27-25.

O resultado garantiu o caneco, com uma rodada de antecipação para o time de Renan Dal Zotto. Foram apenas cinco sets perdidos na competição por pontos corridos, disputada de quatro em quatro anos.

Na próxima madrugada, às 3h (de Brasília), a Seleção entrará em quadra para a despedida, diante da Itália.

Tricampeão

É o terceiro título do Brasil na Copa do Mundo, campeão também em 2003 e 2007. O resultado encerra de forma muito animadora uma temporada longa e cansativa, com olhos já voltados para a Olimpíada do próximo ano. Confira aqui coluna de Daniel Bortoletto sobre o tema!

Empurrado pela fanática torcida, o Japão não foi uma presa fácil. O time da casa entrou em quadra ainda com chances de conquistar uma medalha na Copa do Mundo, tentando se colocar no pódio de uma competição deste nível pela primeira vez em décadas. Mas precisava vencer de qualquer forma para manter as chances de ultrapassar os Estados Unidos.

Além da tradicional e conhecida arma do volume do jogo, a seleção japonesa teve grande ajuda do saque para equilibrar as ações em parte do confronto. A linha de passe brasileira teve dificuldades em alguns momentos, a ponto de Renan ter trocado Leal, até então maior pontuador do jogo, por Maurício Borges, na metade do segundo set. O passe do Brasil, inclusive, não teve uma atuação segura durante todo o confronto, com Thales oscilando mais do que o normal.

Lucarelli
Lucarelli no ataque diante dos japoneses (FIVB Divulgação)

Depois de perder o segundo set, a Seleção Brasileira demonstrou reação imediata, começando o terceiro com 5 a 0, com uma incrível sequência de aces de Lucarelli. Um enorme alívio também para o psicológico do time.

Um fundamento importante para a construção do triunfo do Brasil foi o bloqueio. Flávio começou como titular no lugar de Maurício Souza, por ser mais rápido, uma característica do ataque japonês. Foram 11 pontos brasileiros no block, três de Flávio.

No ataque, mais uma vez brilhou a estrela de Leal. O ponta foi o maior pontuador com 24 acertos, sendo 19 deles no fundamento.

Ele teve ajuda importante ainda do oposto Alan, autor de 16, colocando no chão 13 bolas das 28 recebidas. Ele caminha a passos largos para ser eleito o MVP da Copa do Mundo.

CLASSIFICAÇÃO

1 – Brasil: 29 pontos (10j, 10v)
2 – Polônia: 25 (10j, 8v)
3 – Estados Unidos: 24 (10j, 8v)
4 – Japão: 20 (10j, 7v)
5 – Argentina: 16 (10j, 5v)
6 – Itália: 14 (10j, 5v)
7 – Irã: 12 (10j, 4v)
8 – Rússia: 12 (10j, 4v)
9 – Canadá: 11 (10j, 4v)
10 – Egito: 8 (10j, 2v)
11 – Austrália: 5 (10j, 2v)
12 – Tunísia: 4 (10j, 1v)

RESULTADOS

DÉCIMA RODADA (14/10)

EUA 3 x 0 Rússia (25-23, 25-11, 25-16)
Polônia 3 x 0 Canadá (25-23, 26-24, 25-20)
Argentina 3 x 1 Egito (25-27, 25-17, 25-22, 25-17)
Itália 2 x 3 Irã (25-27, 27-29, 30-38, 25-17 e 15-13)
Tunísia 0 x 3 Austrália (21-25, 17-25 e 21-25)
BRASIL 3 x 1 Japão (25-17, 24-26, 25-14 e 27-25)

DÉCIMA-PRIMEIRA RODADA 

SEGUNDA-FEIRA (14/10)
23h – EUA x Egito

TERÇA-FEIRA (15/10)
0h30 – Polônia x Irã
2h – Tunísia x Rússia
3h – BRASIL x Itália
6h – Argentina x Austrália
7h20 – Japão x Canadá

JOGOS DO BRASIL

NAGANO
01/10 – Brasil 3 x 0 Canadá (25-14, 25-22, 25-14)
02/10 – Brasil 3 x 0 Austrália (25-15, 25-20, 25-17)
04/10 – Brasil 3 x 1 Egito (25-19, 21-25, 25-19 e 25-22)
05/10 – Brasil 3 x 0 Rússia (25-16, 25-22, 25-22)
06/10 – Brasil 3 x 1 Irã (25-27, 25-21, 27-25, 25-22)

HIROSHIMA
09/10 – Brasil 3 x 0 Argentina (25-19, 25-19, 26-24)
10/10 – Brasil 3 x 0 EUA (25-23, 25-22, 25-17)
11/10 – Brasil 3 x 0 Tunísia (25-17, 25-14, 25-13)
13/10 – Brasil 3 x 2 Polônia (25-15, 23-25, 25-19,16-25, 15-11)
14/10 – Brasil 3 x 1 Japão (25-17, 24-26, 25-14 e 27-25)
15/10 – 3h – Brasil x Itália

LEIA TAMBÉM

Coluna: a evolução do Brasil na Copa do Mundo

Brasil na disputa para receber o Mundial de Clubes

Tandara fala sobre momento no Sesc e na Seleção

 

Veja também

EMS/Taubaté atropela o Apan/Blumenau na estreia da Superliga Masculina

O EMS/Taubaté não teve nenhuma dificuldade em derrotar o Apan/Blumenau, time que subiu nes…