Osasco
Home Superliga Com transmissão 100% feminina, Osasco vira sobre o Pinheiros
Superliga - 16 de novembro de 2019

Com transmissão 100% feminina, Osasco vira sobre o Pinheiros

Em um dia histórico para o vôlei brasileiro, com a primeira transmissão 100% feminina na TV aberta, o Osasco-Audax venceu o Pinheiros, de virada, por 3 sets a 1 (21/25, 25/23, 25/17 e 25/14), no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), no jogo de encerramento da segunda rodada do turno da Superliga 19/20, neste sábado.

A paulistana Natália Lara, de 25 anos, narrou o confronto entre equipes tradicionais do estado de São Paulo e teve ao seu lado na transmissão a ex-ponteira da Seleção Vera Mossa, nos comentários, e a repórter Luciana Julião, no trabalho de reportagem. Confira a entrevista exclusiva de Natália ao Web Vôlei.

Lara será a responsável por narrar todos os jogos da Superliga feminina na TV Cultura sempre aos sábados, às 19h.

Já Vera Mossa voltou a comentar partidas de voleibol depois um período de ausência. Vera também é mãe do levantador Bruninho, campeão olímpico nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. A ex-jogadora participou de três edições consecutivas dos Jogos Olímpicos (1980 até 1988).

Em quadra, destaque para a central Bia. Ela teve grande atuação e ficou com o Troféu VivaVôlei. A atacante marcou 15 pontos (nove de ataque, cinco de bloqueio e um de saque). A oposto Casanova, do Osasco-Audax, e a ponteira Clarisse, do Pinheiros, foram as maiores pontuadoras do confronto, com 16 pontos cada uma.

Ao final do duelo, Bia fez uma análise da partida.

– Esse jogo é um clássico entre equipes do estado de São Paulo. Já tínhamos nos enfrentado há poucas semanas na semifinal do Paulista, portanto o jogo estava fresco na nossa cabeça. Elas tiveram a baixa da Edinara que estava super bem e nos concentramos bastante para essa partida. Sabíamos a importância desse jogo – afirmou Bia.

O treinador Sérgio Negrão, do Pinheiros, lamentou a derrota, e falou da dificuldade do time do Pinheiros que não contou com Edinara. A jogadora sofreu uma lesão no joelho esquerdo no duelo contra o Sesi Vôlei Bauru (SP) na primeira rodada.

– Tivemos a Karina jogando fora de posição. Depois do primeiro set, o Osasco-Audax cresceu de produção. Surpreendemos quando deu para surpreender, mas depois o time de Osasco se adaptou e nós passamos a errar demais. Vamos precisar de um pouco mais de tempo para trabalhar e se ajustar a ausência da Edinara – disse Sérgio Negrão.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima terça-feira, às 20h. O Osasco-Audax jogará com o Curitiba (PR), no ginásio da Universidade Positivo, em Curitiba (PR). Já o Pinheiros buscará a reabilitação contra o Dentil/Praia Clube (MG), no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP).

Veja também

Deja: “Amo jogar por esse time. Temos que seguir buscando o nosso crescimento”

As equipes de Itambé/Minas e Dentil/Praia Clube retornam nesta terça-feira Shaoxing, na Ch…