Cachopa
Home Supercopa Tricampeão, Cachopa busca seu primeiro título de Supercopa como titular
Supercopa - 7 de novembro de 2019

Tricampeão, Cachopa busca seu primeiro título de Supercopa como titular

Cachopa é tricampeão da Supercopa (2015/2016/2017) com o Sada Cruzeiro e, nesta quinta-feira (7.11) estará em quadra para buscar o seu quarto título da competição. Dessa vez, como levantador titular da equipe mineira. O adversário do time comandado pelo argentino Marcelo Mendez será o EMS/Funvic/Taubaté (SP), no Ginásio do Sabiazinho, em Uberlândia, a partir das 21h30, com transmissão pelo SporTV.

Em caso de vitória, o Sada Cruzeiro conquistará seu segundo título em apenas seis dias. Isso porque a equipe levantou a taça do estadual, no último sábado, dia 2, pela 10ª vez consecutiva, ao derrotar o Fiat/Minas na final.

– Será um jogo duríssimo. A equipe de Taubaté é muito qualificada e vai brigar muito, com certeza. Estamos nos preparando bem essa semana para fazer um espetáculo bacana em Uberlândia. Não conseguimos conquistar o título da Supercopa na última temporada, e vamos tentar ao máximo dessa vez – afirmou Cachopa. Em 2018, o Sada Cruzeiro foi superado pelo Sesi-SP.

(Agenciai7/Divulgação)

Dois dias depois da Supercopa, o Sada Cruzeiro estreará na Superliga 2019/2020, em São Paulo, contra o Pacaembu/Ribeirão Preto (SP). Já no início de dezembro, será a vez de disputar o Mundial de Clubes. Mas, essa sequência de competições não é novidade para o jovem levantador.

– Já vivi, sim, esse ritmo. O Sada sempre disputa muitos campeonatos. É uma sequência dura e temos que estar preparados fisicamente e psicologicamente. Todas as batalhas daqui para a frente são complicadas – afirmou Cachopa que, pela segunda temporada seguida, será o titular da equipe.

– É gratificante para mim poder ajudar a manter essa sequência aqui em Minas. É um time gigante e que se acostumou a brigar por títulos, sempre. Estamos em evolução. Precisamos de mais tempo para trabalhar e continuar melhorando. É um grupo completamente novo, mas que já se percebe a vontade de vencer e evoluir – disse Cachopa, que tem uma playlist especial para enfrentar os adversários.

– Gosto de ouvir todos os gêneros e escuto muita música, mas não tenho muita preferência. Ultimamente, tenho escutado minha playlist de rock antes das partidas.

LEIA TAMBÉM

CBV anuncia preços e pacotes do pay-per-view da Superliga 2019/20

Veja também

EMS/Taubaté atropela o Apan/Blumenau na estreia da Superliga Masculina

O EMS/Taubaté não teve nenhuma dificuldade em derrotar o Apan/Blumenau, time que subiu nes…