Vôlei Renata
Home Superliga Vôlei Renata se especializa em bater favoritos
Superliga - 30 de novembro de 2019

Vôlei Renata se especializa em bater favoritos

O Vôlei Renata, em duas rodadas, se recuperou de um início instável na Superliga masculina 2019/2020. Depois de perder para o Denk Maringá e o Fiat/Minas, o time campineiro emendou uma sequência de duas vitórias contra candidatos ao título.

Neste sábado, em Betim, o Vôlei Renata passou pelo Sada Cruzeiro no tie-break, parciais de 25-23, 20-25, 25-19, 15-25 e 18-16 (duelo teve problemas na transmissão no Canal Vôlei Brasil). Antes, havia batido o Sesc, no Rio de Janeiro. Dois resultados para devolver a confiança ao elenco comandado por Horácio Dileo.

A derrota no golden set diante do EMS/Taubaté, na final do Campeonato Paulista, havia abatido o time. A comissão técnica detectou o baixo astral. O Vôlei Renata era franco-atirador no Estadual, mas arrancar uma vitória do atual campeão da Superliga, no Abaeté, viu a chance de um título inédito, no Taquaral, no décimo ano de projeto. A conquista escapou, levando junto parte da confiança dos campineiros.

Foi necessária uma reunião entre atletas, comissão técnica e dirigentes para recolocar o Vôlei Renata nos trilhos.

Com os dois resultados positivos contra os favoritos, o time de Campinas passa a ter três vitórias e duas derrotas, com  sete pontos. E a sequência na Superliga seguirá pesada na próxima semana. O próximo adversário será o invicto Sesi, na quarta-feira, às 18 horas, na Vila Leopoldina, em São Paulo. Na sequência, voltará ao Taquaral para enfrentar o EMS/Taubaté.

Em Betim, o destaque do Vôlei Renata foi o central Luizinho, ganhador do Troféu VivaVôlei, com dez pontos marcados, quatro no bloqueio. Os maiores pontuadores foram Renan e Vaccari, com 22 pontos cada. Evandro, com 23, foi o maior pontuador do Sada e do jogo.

 

Veja também

Superliga Feminina inicia semana com jogos que foram adiados. Veja a classificação

A oitava rodada da Superliga Feminina terminou neste sábado, com a vitória do Itambé/Minas…