Zenit Rayyan
Home Mundial de Clubes Falta de luz, jogador sem uniforme e virada do Kazan
Mundial de Clubes - 4 de dezembro de 2019

Falta de luz, jogador sem uniforme e virada do Kazan

Teve de tudo no duelo entre Zenit Kazan e Al-Rayyan, nesta quarta-feira, na abertura da segunda rodada do Campeonato Mundial masculino de clubes, em Betim (MG). Vamos começar pelo desfecho. Os favoritos russos tomaram um susto, mas viraram para cima dos cataris por 3 sets a 1, parciais de 21-25, 25-20, 25-23 e 25-21.

Apesar da vitória, o Zenit Kazan ficou devendo mais uma vez. A frágil linha de passe com Mikhaylov continuou dando muito prejuízo, como já havia acontecido na estreia contra o Sada Cruzeiro. Em alguns momentos o time parecia desinteressado.

Por outro lado, o Al-Rayyan estava bem mais solto em quadra em comparação com jogo contra o Civitanova. O montenegrino Vukasinovic teve ótimas passagens pelo saque e contou com uma noite melhor do brasileiro Marcus Vinicius no ataque, maior pontuador com 15 acertos, ao lado do português Marco Ferreira. Certamente o técnico Carlos Schwanke tem mais motivos para comemorar do que reclamar hoje.

A virada russa foi conquistada com uma estratégia surpreendente do técnico interino Alexey Verbov. Ele tirou Ngapeth e Mikhaylov ao fim do segundo set, apostando nos jovens Voronkov e Surmachevskiy. Já no fim do terceiro, tirou o levantador Butko e o oposto Sokolov, apostando em Loran Alekno e Zemchenok. E com todos os reservas em quadra, para a surpresa da maioria, o Zenit viveu seu melhor momento no confronto. Juntos, Voronkov e Surmachevskiy atacaram 20 bolas e colocaram 17 no chão.

O time russo também não teve o central Volvich em quadra. O titular da seleção russa foi para o Divino Braga com o uniforme errado. Vestia um calção azul, enquanto os companheiros estavam com o verde. Por conta da falha não pôde iniciar o jogo e esperou um motoqueiro buscar a vestimenta na cor correta no hotel, em Belo Horizonte, como relatou o jornalista Daniel Ottoni, do Jornal O Tempo, no Twitter. E a falha, pelo jeito, não foi perdoada pela comissão técnica, que não colocou o meio de rede na partida.

Teria sido um apagão de Volvich? Pelo jeito sim. E daqueles bem juvenis. E um apagão também marcou o início do duelo. Com 4 a 0 para o Al-Rayyan, a faltou energia no ginásio. E o jogo parou por aproximadamente 30 minutos para o restabelecimento. Como o jogo também foi longo, a partida entre Sada Cruzeiro e Civitanova atrasou.

Foi o primeiro triunfo do Zenit Kazan no Mundial e a segunda derrota do Al-Rayyan. Nesta quinta, os russos farão o clássico europeu com os italianos, enquanto os cataris enfrentarão os donos da casa. A rodada definirá as posições e os confrontos das semifinais de sábado.

Por Daniel Bortoletto

LEIA TAMBÉM

+ Sada Cruzeiro posta vídeo com idosa agredida após jogo em Betim

Confira os horários e os jogos da primeira fase do Mundial Feminino

Números de Leal seguem bons na Itália

Veja também

Superliga Feminina inicia semana com jogos que foram adiados. Veja a classificação

A oitava rodada da Superliga Feminina terminou neste sábado, com a vitória do Itambé/Minas…