Home Superliga Vôlei Renata faz mais uma vítima entre os favoritos da Superliga
Superliga - 4 de dezembro de 2019

Vôlei Renata faz mais uma vítima entre os favoritos da Superliga

O Vôlei Renata segue sendo o bicho-papão dos times considerados favoritos ao título da Superliga Masculina 2019/2020 – o pelotão de quatro clubes com os maiores investimentos na temporada, Taubaté, Sesc, Sesi e Sada/Cruzeiro.

Depois de bater o Sesc RJ e o Sada/Cruzeiro, ambos por 3 sets a 2, fora de casa, nas duas rodadas anteriores, a equipe campineira tirou, na noite desta quarta-feira, a invencibilidade do Sesi SP em pleno Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo (SP), com a vitória por 3 sets a 1, de virada – parciais de 17-25, 25-21, 25-15, 25-23 -, na abertura da sexta rodada do turno da competição.

O próximo adversário é mais uma pedreira. No domingo, o Vôlei Renata recebe o EMS/Taubaté/Funvic, líder, com 18 pontos (6 vitórias em 6 jogos), único invicto na Superliga e atual campeão da competição, às 20h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP), pela sétima rodada. A TV Cultura transmite.

(Jéssica Teles/Sesi Divulgação)

Revanche do Paulista

O time comandado pelo técnico Renan dal Zotto conta com cinco jogadores que se sagraram campeões da Copa do Mundo do Japão com a camisa da Seleção Brasileira, em outubro. Será o reencontro entre os finalistas do Campeonato Paulista, que terminou com o hexacampeonato do Taubaté, com a vitória no golden set, em Campinas.

O levantador do Vôlei Renata, o argentino Demian González foi eleito o melhor em quadra e faturou o Troféu VivaVôlei. O oposto Alan, do Sesi, foi o maior pontuador da partida, com 21 pontos (18 de ataque, 2 de saque e 1 de bloqueio). O central Éder pontuou 9 vezes.

O levantador Demian González e o troféu VivaVôlei (Jéssica Teles/Divulgação)

Pelo time de Campinas, os maiores foram o ponteiro Gabriel Vaccari e o oposto Renan, ambos com 16 pontos. O central Michel Saraiva pontuou 13 vezes, com 79% de eficiência no ataque.

Com o resultado, o Vôlei Renata subiu para a quinta posição, com 10 pontos (4 vitórias e 2 derrotas). O Sesi é terceiro, com 15 (5 jogos e 4 vitórias), atrás do Taubaté, que tem 18, e do Sesc RJ, com 16.

O Vôlei Renata marcou 54 pontos de ataque, 3 de saque, 5 de bloqueio e contou com 30 pontos cedidos em erros pelo Sesi. Os paulistanos marcaram 43 pontos de ataque, 5 de saque, 9 de bloqueio e somaram 27 cedidos pelo rival.

LEIA TAMBÉM

Confira os horários e os jogos da primeira fase do Mundial Feminino

Números de Leal seguem bons na Itália

Sesi e Vôlei Renata duelam pela Superliga

Veja também

Superliga Feminina inicia semana com jogos que foram adiados. Veja a classificação

A oitava rodada da Superliga Feminina terminou neste sábado, com a vitória do Itambé/Minas…