Minas
Home Destaques Após derrota e bate-boca, Minas deixa a quadra sem dar entrevistas
Destaques - Superliga - 15 de janeiro de 2020

Após derrota e bate-boca, Minas deixa a quadra sem dar entrevistas

As jogadoras do Itambé/Minas deixaram a quadra da Arena do Praia, terça-feira à noite, em Uberlândia (MG), após a derrota por 3 sets a 2 para o Dentil/Praia Clube, sem dar entrevistas. O motivo não foi só o resultado ruim diante de um dos mais tradicionais rivais.

Durante o pedido deu um tempo no tie-break – quando o Minas perdia por 10 a 4 -, houve um bate-boca entre a central e capitã Carol Gattaz e a ponteira Kasiely. As câmeras do canal SporTV flagraram o momento, não foi possível identificar o motivo da discussão.

O técnico Nicola Negro chegou a tapar a boca das jogadoras com as mãos e a comissão técnica afastou as duas jogadoras. Antes de entrar na quadra, o treinador abraçou Carol Gattaz, tentando acalmar os ânimos e as jogadoras voltaram para a quadra. Acabaram perdendo o set por 15 a 9 e o  jogo por 3 a 2.

(Reprodução/SporTV)

No momento da discussão, o Praia vencia com autoridade. O Minas tinha perdido sua principal pontuadora – a ponteira venezuelana Acosta, que deixou a quadra na metade do quarto set com dores na panturrilha direita e não voltou mais. Ainda assim, ela foi a maior pontuadora da equipe, com 17 pontos.

Lana foi a opção de Negro para substituir Acosta e foi muito mal nas viradas de bola no tie-break, cometendo erros e largando bolas que poderiam ter sido atacadas. Sheilla também começou jogando o quinto set no lugar de Bruna Honório, que foi substituída no início do quarto set, após marcar apenas 8 pontos nas parciais anteriores.

(Reprodução SporTV)

Kasiely começou como titular no lugar da norte-americana Deja McClendon, foi caçada no saque pelas jogadoras do Praia e, depois de um primeiro set de erros e irregularidade, conseguiu equilibrar um pouco mais a recepção.

No tie-break, sem a sua principal pontuadora em quadra, com Sheilla ainda fora do ritmo ideal – ainda assim ela terminou o jogo com 7 pontos, apenas um a menos que Bruna Honório – sem passe, sem conseguir jogar com os meios e com Lana irregular, a equipe foi presa fácil para as donas da casa.

A partida foi válida pelo encerramento do turno da Superliga Feminina e definiu os confrontos das quarta de final da Copa Brasil. As minastenistas terminaram na terceira colocação, com 27 pontos (9 vitórias e 2 derrotas), atrás do líder Sesc RJ e do vice-líder Praia, ambos com 29 pontos, e vão brigar pela vaga na semifinal com o Fluminense, sexto colocado na tabela. Veja aqui todo os confrontos da Copa Brasil.

(Reprodução/SporTV)

As quartas de final devem acontecer entre os dias 21 e 22. A fase final será na cidade de Jaraguá do Sul (SC), nos dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro.

Pela Superliga, na abertura do returno, o Minas volta a jogar na próxima sexta-feira, às 21h30, contra o Flamengo, em Belo Horizonte (MG), com transmissão pelo SporTV.

 

Veja também

Scandicci rescinde com Adenízia e jogadora está de volta à Superliga

O Scandicci anunciou, nesta sexta-feira (17), por meio de um comunicado oficial, que resci…