Sesi
Home Copa Brasil Rubinho valoriza a cobiçada Copa Brasil para o Sesi
Copa Brasil - 14 de janeiro de 2020

Rubinho valoriza a cobiçada Copa Brasil para o Sesi

Nesta quarta-feira, Sesi receberá o Fiat/Minas na Vila Leopoldina, em São Paulo

Com uma pausa rápida na Superliga 2019/2020, o time do Sesi-SP recebe, nesta quarta-feira, o Fiat/Minas para a disputa da Copa Brasil 2020. A partida entre o terceiro e o sexto colocado, respectivamente, acontece às 19h, no ginásio da Vila Leopoldina, já que a equipe de melhor posição na tabela tem o direito de jogar em casa.

O jogo será exibido pelo Canal Vôlei Brasil.

– É como uma final de campeonato. A Copa Brasil é uma competição importante, valorizamos muito a competição. A equipe do Fiat/Minas é bastante qualificada, une poder físico com boa qualidade técnica. É um adversário duro, contra quem teremos que fazer uma partida muito forte, qualificada e consistente, para passarmos para a fase final – comentou o técnico Rubinho.

A Copa Brasil voltou a ser disputada em 2014, e esta será a sétima edição seguida. Na última edição, os campeões foram Itambé/Minas no feminino, e Sada Cruzeiro no masculino. Em 2020, a Copa Brasil masculina terá a fase classificatória realizada no dia 15 e a fase final nos dias 24 e 25 de janeiro em Jaraguá do Sul/SC. O Sesi-SP busca seu primeiro título no torneio.

– Temos feito uma boa Superliga, que vem se confirmando como uma competição equilibrada. Este é um título no meio da temporada nacional que é muito cobiçado, tanto por nós como pelas outras equipes. O nosso objetivo é chegar na semifinal e posteriormente na final. Um percurso curto, porém, bastante difícil. Estamos nos preparando da melhor forma para alcançar nossos objetivos – concluiu o técnico.

Ingressos

A entrada nos jogos do Sesi-SP na Vila Leopoldina é gratuita. Para o público geral basta se cadastrar no portal Meu Sesi (www.sesisp.org.br/meu-sesi) e reservar o ingresso. Cada cadastro dá o direito a uma entrada. Para os associados do Sesi-SP, cada CPF tem direito à dois ingressos. Basta procurar a secretária da unidade e retirá-los.

Veja também

Conheça estudos brasileiros sobre vôlei e vôlei de praia

Já estão disponíveis, no site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), alguns estudos…