Leal
Home Especiais O top 5 de Leal tem mistura de Brasil com Cuba
Especiais - 19 de abril de 2020

O top 5 de Leal tem mistura de Brasil com Cuba

Confira os votos do craque Leal

A série especial do Web Vôlei chega ao décimo capítulo com os votos da ponta Leal, do Civitanova (ITA) e da Seleção. Ele respondeu “quais o(a)s cinco maiores jogadore(a)s que você viu jogar no vôlei?”.

O cubano naturalizado brasileiro estreou pelos atuais campeões olímpicos em 2019, já participando de conquistas e mostrando o quanto será importante nos Jogos de Tóquio, no próximo ano.

As escolhas de Leal misturaram inspirações dele na posição de ponteiro no Brasil e na Itália, além de históricos integrantes das seleções cubanas masculina e feminina.

– Despaigne

O apelido de “El Diablo” dá uma ideia do que os ataques de Joel Despaigne faziam com os adversários. A altura não era o diferencial (1,91m) do cubano. Mas ele tinha uma mistura de força física e talento capaz de desequilibrar na década de 1990.

– Papi

Foram quatro medalhas olímpicas na carreira, duas pratas e dos bronzes, a primeira em 1996 e a última em 2012. Uma carreira longeva e vitoriosa do ponteiro de 1,90m, duas vezes campeão mundial e dono de muito talento para passar e atacar.

– Regla Torres

O tri olímpico em 1992, 1996 e 2000 e o bicampeonato mundial de Cuba tiveram na meio de rede um dos seus pontos mais fortes. Também conhecida pelas provocações, Regla Torres foi eleita a melhor jogadora do século passado pela Federação Internacional.

– Dante

Um dos maiores vencedores do vôlei brasileiro: três Mundiais, três medalhas olímpicas (um ouro e duas pratas) e dezenas de outras conquistas internacionais. O Magrelo, como era chamado, era muito técnico para um ponteiro de 2,01m.

– Giba

É o sexto voto do ex-ponta na série. O camisa 7 se transformou em ícone da vitoriosa era Bernardinho, com o Brasil sendo dominante com o tricampeonato mundial, diversas Ligas e o ouro em Atenas.

Abaixo, um lembrete das regras (ou ausência delas):

* A escolha é livre. Vale indicar apenas mulheres, somente homens, misturar, além de não ter qualquer restrição sobre a nacionalidade.

* Não existe uma ordem de primeiro a quinto lugares.

Relembre também os outros capítulos da série Top 5:

Nalbert

Fofão

Serginho Escadinha

Fabi

Renan Dal Zotto

Ana Moser

Maurício

Andrea Giani

Tandara

Veja também

González: “Quando crianças, todos nós sonhávamos ser Maradona”

O levantador Demian González, do Vôlei Renata, é torcedor fanático do Boca Juniors. Cresce…