Lavarini
Home Destaques Top 5 de Lavarini: internacional, 100% feminino e bem atual
Destaques - Especiais - 24 de abril de 2020

Top 5 de Lavarini: internacional, 100% feminino e bem atual

A série especial do Web Vôlei apresenta, nesta sexta-feira, mais um voto estrangeiro. O técnico Stefano Lavarini respondeu a pergunta “quais o(a)s cinco maiores jogadore(a)s que viu jogar no vôlei?”.

Comandante do Busto Arsizio na temporada 2019/2020, o italiano fez questão de frisar o seguinte antes de registrar seu voto, o 14º da série (veja os demais abaixo):

– Eu não tive tempo de assistir o suficiente de Lang Ping e Mireya, que sem dúvida estariam entre as cinco – comentou o ex-minastenista, que completou:

– Privilegiei as jogadoras que são mais representativas da modalidade com a possibilidade de marcar mais pontos, à custa, infelizmente, de levantadoras, meios e líberos. Também tentei representar quem ficou mais marcante nas épocas que eu vivenciei acompanhando vôlei. Não tenho suficiente conhecimento do vôlei masculino.

Confira os votos de Lavarini, também treinador da seleção feminina da Coreia do Sul:

– Keba Phipps

A ponteira americana teve uma carreira longeva, tanto que estreou em Jogos Olímpicos em Seul-88, aos 19 anos, e voltou a jogar a competição em Atenas-2004, com 35. Fez carreira na Itália (oito scudettos e três Champions) e o último clube foi o Minas em 2004.

– Sokolova

Uma das ponteiras mais completas do vôlei, a russa foi protagonista no bicampeonato mundial da seleção (2006/2010), além de um vice-olímpico em Atenas. Passou pelas principais ligas internacionais do planeta, com títulos europeus e nacionais.

– Kim Yeon-Koung

A ponteira sul-coreana acumula incríveis 63 premiações individuais até hoje: melhor jogadora, maior pontuadora, melhor atacante, melhor sacadora, além de uma coleção de títulos por clubes, os principais na Turquia. É, com sobras, a maior jogadora da Coreia em todos os tempos.

– Zhu

A chinesa é lembrada mais uma vez na série. Destaque na conquista do ouro olímpico na Rio-2016, Ting Zhu já acumula os principais títulos de clubes. E a ponteira tem apenas 25 anos, tempo de sobra para ser dominante no cenário internacional.

– Egonu

É a mais nova atleta a aparecer na série: 21 anos. A oposto italiana assombra o mundo desde as categorias de base, com força, talento e um enorme poder de decisão. É atual campeã mundial de clubes (Conegliano) e da Champions (Novara).

Abaixo, um lembrete das regras (ou ausência delas):

* A escolha é livre. Vale indicar apenas mulheres, somente homens, misturar, além de não ter qualquer restrição sobre a nacionalidade.

* Não existe uma ordem de primeiro a quinto lugares.

Relembre também os outros capítulos da série Top 5:

Nalbert

Fofão

Serginho Escadinha

Fabi

Renan Dal Zotto

Ana Moser

Maurício

Andrea Giani

Tandara

Leal

Bruninho

Marcelo Mendez

Giovane

Veja também

Circuito Brasileiro: Temporada começa nesta terça na Urca

O vôlei de praia nacional inicia mais um ciclo a partir desta terça-feira (21.09), quando …