Le Roux
Home Internacional Apesar do esforço de Le Roux, Rennes fechará as portas
Internacional - 26 de junho de 2020

Apesar do esforço de Le Roux, Rennes fechará as portas

Projeto de salvação não foi aceito na França

A tentativa de ajuda financeira de Le Roux não foi suficiente para salvar o Rennes da falência. A proposta de resgate do time, liderada pelo central, com o aporte de 400 mil euros (aproximadamente R$ 2,5 milhões) para quitação de dívidas, não foi aceita pela comissão responsável pelos clubes profissionais, nesta sexta-feira.

Desta forma, o Rennes não participará da temporada 2020/2021 no campeonato local, além de perder a vaga na Copa CEV. Alguns jogadores já acertados também perdem o emprego, caso por exemplo do líbero argentino Facundo Santucci, com passagem pelo Vôlei Renata.

Le Roux lamentou a decisão e já adiantou que o grupo liderado por ele não irá apelar em busca da mudança na decisão.

– Sinto muito pelo vôlei de Rennes e por todos aqueles que, como eu, acreditavam no projeto de recuperação. Éramos todos do ambiente da modalidade e pensei que isso pesaria – lamentou Le Roux, em entrevista ao L´Équipe.

Le Roux jogou no Rennes recentemente e estava inclinado a fazer parte do projeto como atleta, caso o projeto de salvação fosse aprovado. Depois da passagem pelo Sada Cruzeiro, ele se transferiu para a China, mas não atuou por conta da pandemia do coronavírus. Agora ele terá de buscar outras opções para se preparar para o ano olímpico.

Veja também

Rapha segue no Benfica por mais uma temporada

O Benfica oficializou hoje a renovação de contrato do ponta Rapha. O brasileiro irá para q…