Academia
Home Fora de Quadra Academia do Voleibol debate análise de desempenho
Fora de Quadra - 24 de julho de 2020

Academia do Voleibol debate análise de desempenho

Evento virtual aconteceu na noite desta quinta

A Academia do Voleibol abordou nesta quinta-feira a evolução e a importância da análise de desempenho no vôlei. O trabalho apresentado no seminário virtual foi desenvolvido por Bernardo Romano e Vinícius Santana para o curso de treinadores nível IV, realizado no início do ano.

Os dois técnicos demostraram a dimensão da análise de desempenho no voleibol contemporâneo para cerca de 130 profissionais da modalidade em todo o país. No trabalho, eles indicaram como a coleta de dados e suas respectivas avaliações podem influenciar o ritmo e a característica de uma partida.

– O conhecimento não está somente ligado aos números. É preciso contextualizar com outros aspectos como o preparo físico e psicológico de cada indivíduo. Sendo assim, é um trabalho interdisciplinar a análise de desempenho, e o analista deve interagir com os demais membros da comissão técnica para alcançar o máximo do potencial do que foi colhido e conseguir aplicar na prática – comentou Vinícius Santana.

Ao longo da explanação, os dois palestrantes enumeraram os tipos de análises existentes como diagnóstica, formativa ou somativa. Assim como elencaram os pontos-chave para a avaliação como a característica e incidência de direção do saque, a linha de recepção, a formação do time, pontos fracos, características do ataque e principais ações dos centrais.

– A tomada de decisão final é do atleta, mas o conhecimento prévio que a análise do desempenho traz é de grande valia. Ela está presente nos treinos e jogos, e é parte fundamental de todo o processo de preparação para uma partida – explicou Bernardo Romano.

Ainda durante a palestra, Bernardo e Vinícius também mencionaram a evolução da análise de desempenho e o uso da tecnologia, destacando o ouro olímpico da Seleção masculina dos Estados Unidos em Los Angeles 1984 como divisor de águas neste quesito. Eles reforçaram a importância do analista dentro do contexto internacional da modalidade.

– No voleibol de alto rendimento, seja entre clubes, ou entre seleções, não existe equipe sem um analista de desempenho como integrante da comissão técnica. A complexidade do voleibol atual traz esta exigência. E hoje a evolução tecnológica permite, inclusive, que a informação chegue ao técnico e aos atletas em tempo real – disse Bernardo.

Veja também

Minas derrota o Sesi SP e volta para o G4

O Minas derrotou o Sesi SP por 3 sets a 0 – parciais de 25-23, 25-21, 25-18 – …