Caramuru
Home Destaques CBV se pronuncia sobre situação do Caramuru
Destaques - Superliga - 21 de julho de 2020

CBV se pronuncia sobre situação do Caramuru

CBV explica que atletas assinaram acordo e que Caramuru está dentro da lei

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) se manifestou, nesta terça-feira (21.07), sobre a situação do Caramuru Vôlei (PR), que foi convidado pela entidade a participar da Superliga Masculina 2020/2021, apesar de ex-jogadores do time terem ido a público denunciar que o clube deve salários referentes a temporadas passadas.

O que acontece, conforme matéria publicada nesta terça pelo Web Vôlei, é que o clube faz acordo com os atletas para conseguir o fair play financeiro, mas depois não os cumpre. E, mesmo quando não faz acordo, consegue brechas na lei para manter o CNPJ limpo e continuar juridicamente apto a participar da competição.

– Sobre a situação do Caramuru Vôlei (PR), a CBV esclarece que todos os atletas nesta temporada e nas anteriores assinaram os termos de regularidade financeira e que possíveis acordos firmados entre as partes após o encerramento dos contratos não compete a ela a fiscalização do seu cumprimento. A CBV irá se basear sempre nas assinaturas dos atletas e consequente regularidade financeira. A entidade lamenta os casos que eventualmente tiverem ocorrido, mas o caminho, nestes casos deve ser a justiça – disse a CBV, em nota.

A lista com os clubes confirmados na Superliga Banco do Brasil masculina e feminina de vôlei 2020/2021 será divulgada no dia 31 de julho. Os dois clubes com a documentação pendente, América Vôlei e EMS/Taubaté/Funvic, na semana passada, tiveram as contas aprovadas nesta terça-feira.

Veja também

Osasco vence o clássico e segue na cola do líder Praia

Agora restam apenas dois invictos na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21: o líder D…