Cachopa
Home Fora de Quadra Pilates: opção de Cachopa para treinos na quarentena
Fora de Quadra - 21 de julho de 2020

Pilates: opção de Cachopa para treinos na quarentena

Levantador do Sada Cruzeiro está no Rio de Janeiro

Já são quase cinco meses longe das quadras. Por isso, o trabalho dos atletas do Sada Cruzeiro durante a pré-temporada à distância segue focado em desenvolver a parte física para que o grupo esteja na melhor condição possível no retorno às atividades presenciais. Enquanto parte do elenco está em Belo Horizonte, outros seguem espalhados junto a suas famílias, como o levantador Fernando Cachopa.

Hospedado na casa da namorada, no Rio de Janeiro, Cachopa tem apostado no pilates como uma das atividades na quarentena.

– Eu comecei a fazer o trabalho de pilates na última temporada, o Fábio (Correia, preparador físico) me colocou nos aparelhos assim que me reapresentei da Seleção. Eu faço atividades bem direcionadas para membros inferiores e para mim é muito bom porque já torci os tornozelos algumas vezes, meus ligamentos são mais instáveis. E esse trabalho me dá uma força legal, faço atividades que ajudam a reforçar a musculatura da região. Como fiquei um bom tempo sem poder fazer durante a pandemia, agora estou fazendo todos os dias para reativar o trabalho da temporada passada – comentou Cachopa.

Ele explica como vem conseguindo manter-se ativo na quarentena.

– Eu estou na casa da minha namorada, no Rio, e aqui na estrutura do condomínio mesmo eu consigo usar essa sala de pilates, que é bem completa, tem vários aparelhos. Além disso, uso a academia e a piscina, tudo dentro do prédio, sem muita exposição. Devo permanecer aqui, onde tenho estrutura para trabalhar firme, até que seja possível estarmos todos juntos presencialmente – concluiu.

O Sada Cruzeiro está em sua sexta semana de atividades oficiais à distância, mantendo as recomendações dos órgãos de saúde durante a pandemia da Covid-19. Por meio de chamadas de vídeo, ligações e mensagens frequentes, a comissão técnica celeste orienta e acompanha todo o grupo de atletas, que trabalha de suas cidades. Com diferentes realidades e estruturas disponíveis, cada jogador tem uma programação individualizada para chegar em sua melhor condição física possível quando a pré-temporada for iniciada presencialmente.

Veja também

Osasco vence o clássico e segue na cola do líder Praia

Agora restam apenas dois invictos na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21: o líder D…