Alison
Home Praia Alison e Lucarelli relembram conquistas olímpicas
Praia - Seleção Brasileira - Tóquio-2020 - 19 de agosto de 2020

Alison e Lucarelli relembram conquistas olímpicas

Atletas levaram o ouro na Rio-2016

Quatro anos atrás, o esporte brasileiro festeja algumas conquistas olímpicas. Entre elas, o ouro no vôlei de praia com Alison/Bruno Schmidt e a Seleção Brasileira masculina de vôlei.

Na madrugada chuvosa do dia 19 de agosto de 2016, em Copacabana, a dupla superou alguns altos e baixos na campanha e fez a arena tremer com a vitória na final sobre os italianos Lupo/Nicolai. Tanto Alison quanto Bruno já estão garantidos em Tóquio, mas agora com parceiros diferentes (Álvaro Filho e Evandro, respectivamente).

– Estou trabalhando para chegar ainda mais preparado. A motivação continua lá em cima. Tentei adaptar o máximo possível o meu treinamento em casa. A ansiedade é grande, mas temos de controlar isso. A minha expectativa é chegar bem preparado e levar todo o amadurecimento deste momento que estamos vivendo – disse o Mamute.

Na quadra, a equipe de dirigida por Bernardinho venceu a Itália por 3 sets a 0, no Maracanãzinho, e retornou ao lugar mais alto do pódio, na competição, após 12 anos. No elenco, o jovem Lucarelli teve de superar problemas físicos para conquistar o ouro.

– Relembrar estes momentos é sempre muito bom. Nos últimos tempos, eu assisti bastante jogos pelo YouTube. Minha sensação, depois de 4 anos, é que a ficha caiu um pouco mais. Eu me sinto ainda mais feliz assistindo os jogos e vendo o quanto a gente batalhou, o quanto foi difícil essa conquista. A gente tem muito orgulho – afirma o atleta, antes de comentar sobre os primeiros dias na Itália, onde defenderá o Trentino.

– Eu até comentei (sobre a final dos Jogos Rio-2016) com os meninos aqui, quando eu cheguei, e revivemos aquele momento. Mas, tudo sem ressentimentos (risos). Na chegada, tive de cumprir os 14 dias de quarentena. Não foi fácil segurar a ansiedade de ir logo para a quadra e conhecer o pessoal. Onde eu moro, muita gente do time também mora. E isso tornou mais tranquila a adaptação. Agora, já iniciei os treinamentos em quadra e estou muito feliz de fazer parte deste time – completou ele, que jogará ao lado de Gianelli, levantador titular da Azzurra.

Veja também

Osasco vence o clássico e segue na cola do líder Praia

Agora restam apenas dois invictos na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21: o líder D…