Gattaz
Home Destaques Gattaz declara amor ao Minas e parte para a sétima temporada no clube
Destaques - Entrevista - 10 de agosto de 2020

Gattaz declara amor ao Minas e parte para a sétima temporada no clube

Gattaz: "A cada temporada eu fico com mais amor e carinho por esse clube maravilhoso"

A central Carol Gattaz vai defender a equipe do Itambé/Mnias pela sétima temporada seguida. A jogadora foi anunciada pelo clube nesta segunda-feira (10.08), junto com a renovação de mais três atletas: Thisa, Kasiely e Léia. O técnico Nicola Negro também permanecerá na equipe. Macris foi a primeira a ser confirmada pelo clube, na última sexta-feira. A dúvida é a permanência ou não da oposta Sheilla.

Pentacampeã do Grand Prix com Seleção Brasileira, com a camisa do Minas Gattaz venceu duas vezes o Campeonato Mineiro, três vezes o Sul-americano de Clubes, uma Copa Brasil e a Superliga 2018/19. Foi também vice-campeã mundial de clubes em 2018.

Segunda melhor atacante em aproveitamento da última Superliga, com 55% de eficiência, atrás apenas da central Thaisa, com 57%, Gattaz não esconde a satisfação em defender o time mineiro por mais uma temporada:

– Eu estou muito feliz e continuo com a mesma energia e empolgação de quanto cheguei, em 2014. Claro, agora, com muito mais amor. A cada temporada que eu passo aqui, eu fico com mais amor e carinho por esse clube maravilhoso, pela diretoria e pelos torcedores, que sempre me recebem com muito respeito e carinho. Então, é uma honra representar o Minas, que, para mim, é o time mais seguro e mais respeitado do vôlei brasileiro. Somos a equipe que mais ganhou títulos nos últimos anos e, com certeza, é o time que qualquer jogadora gostaria de jogar, até mesmo pela estrutura, pelos patrocinadores e que ano a ano vem melhorando e crescendo. Fico muito honrada em poder fazer parte de tudo isso por mais um ano – comemorou a capitã minastenista.

Carol tem quatro Superligas na carreira. Além do título brasileiro com o Minas (2018/2019), foi duas vezes campeã com o Sesc RJ (Rexona, em 2008/2009 e Unilever, em 2010/2011) e uma com o Osasco (antigo Finasa, em 2004/2005).

Veja também

Após bolada em treino, atleta do Civitanova será operado

O Civitanova terá um desfalque neste início de temporada. O meio de rede Enrico Diamantini…