Sheilla
Home Vaivém Sem acordo até agora, Sheilla ainda negocia com o Minas
Vaivém - 3 de agosto de 2020

Sem acordo até agora, Sheilla ainda negocia com o Minas

Situação da jogadora segue indefinida para 2020/2021

O torcedor do Itambé/Minas precisará esperar mais um pouco para saber se a bicampeã olímpica Sheilla disputará a temporada 2020/2021 pelo tradicional clube de Belo Horizonte.

Os dois lados ainda não chegaram a um consenso sobre a renovação contratual. Mas as negociações ainda não foram encerradas pelos dirigentes minatenistas e pelo staff da oposto.

O Minas Tênis Clube foi bastante afetado pela pandemia do coronavírus. As sedes estão fechadas para os sócios desde abril, as taxas de condomínio precisaram ser reduzidas, causando um impacto no orçamento. Some-se a isso a incerteza dos patrocinadores sobre o calendário do vôlei brasileiro e as indefinições da CBV sobre alguns cenários para a Superliga, como a manutenção do auxílio para o transporte dos times pelo acordo com a Gol. Tudo isso colabora para que “loucuras” não sejam feitas na montagem do elenco para uma temporada atípica que vem por aí.

Atualmente, o Minas conta com americana Danielle Cuttino para a posição, uma vez que Bruna Honório se transferiu para o Radomka Radom, da Polônia. Ou seja: ainda há espaço no elenco para Sheilla.

Com os principais times da Superliga já com a posição de oposto preenchida e alguns emergentes, como Barueri e Curitiba, sem um orçamento definido, Sheilla tem opções bem restritas internamente para seguir na ativa em busca de realizar o sonho olímpico em Tóquio-2021. Aos 37 anos, nova saída para o exterior seria a opção mais complicada para ela pela conjuntura familiar.

Ao voltar ao vôlei na temporada passada, após uma pausa de mais de três anos, Sheilla juntou o útil ao agradável ao acertar com o Minas: encontrar um time competitivo e com estrutura invejável, no “quintal de casa”, facilitando a rotina de ser mãe das gêmeas Liz e Ninna e jogadora.

O início dos trabalhos do Minas para a temporada 2020/2021 depende da liberação governamental. Novidades são esperadas para esta semana, após os avanços do fim de julho. Ontem, o italiano Nicola Negro desembarcou no país.

Da base da última Superliga, as titulares Macris, Thaisa, Carol Gattaz e Leia já renovaram. Outra remanescente será Kasiely. As caras novas serão as americanas Cuttino e Hodge, além de Pri Daroit, Lara e Pri Heldes.

Por Daniel Bortoletto

Veja também

González: “Quando crianças, todos nós sonhávamos ser Maradona”

O levantador Demian González, do Vôlei Renata, é torcedor fanático do Boca Juniors. Cresce…