Vôlei Renata
Home Destaques Vôlei Renata intensifica pré-temporada em Campinas
Destaques - Estaduais - Superliga - 10 de agosto de 2020

Vôlei Renata intensifica pré-temporada em Campinas

Time voltou ao trabalho para a temporada 2020/2021

O Vôlei Renata segue avançando na preparação para a temporada 2020/2021. Com Campinas chegando à fase amarela do Plano São Paulo de reabertura gradual durante a pandemia do novo coronavírus, a equipe comandada pelo técnico Horácio Dileo já pode dar início a uma nova etapa de pré-temporada usando as instalações do Ginásio do Taquaral, tanto para treinos com bola quanto para treinos físicos.

Como protocolo para retomada dos treinos presenciais, o Vôlei Renata vem testando constantemente seus envolvidos no seu dia-a-dia para o coronavírus. Além disto, o departamento médico Vôlei Renata desenvolveu um protocolo de retorno às atividades presenciais que foi aprovado pelas instituições sanitárias da Prefeitura de Campinas.

– Vivemos uma situação inédita. Vai ser uma temporada diferente, então começar de forma segura é fundamental. A preocupação é constante, com todos envolvidos no projeto, por isto, sempre respeitando os protocolos e as orientações departamento médico, procuramos estabelecer etapas para a retomada das atividades com segurança e paciência. O cuidado é diário e a atenção também – comenta o coordenador técnico André Heller.

Neste primeiro momento, como parte do protocolo, o Vôlei Renata dividiu o elenco em pequenos grupos, compostos por, no máximo, cinco atletas. Eles treinam em horários escalonados na quadra e na academia. Aos poucos, conforme a evolução do planejamento, o número de jogadores progride nos treinamentos.

Ainda como medida de prevenção, além dos treinos separados, os atletas respondem todos os dias, pela manhã, um questionário epidemiológico. No Taquaral, terão as temperaturas aferidas, precisarão trocar de uniforme e tênis antes de frequentar as dependências do ginásio e seguirão regras de distanciamento. O uso de máscara é opcional durante as atividades físicas para os atletas, mas obrigatória para membros da comissão técnica, entre outros cuidados estabelecidos pelo protocolo.

Veja também

González: “Quando crianças, todos nós sonhávamos ser Maradona”

O levantador Demian González, do Vôlei Renata, é torcedor fanático do Boca Juniors. Cresce…