Thaisa
Home Tóquio-2020 Zé Roberto cita espinha dorsal de Tóquio com Thaisa no time
Tóquio-2020 - 12 de agosto de 2020

Zé Roberto cita espinha dorsal de Tóquio com Thaisa no time

Em live, Zé Roberto fala o nome de quatro jogadoras que devem estar em Tóquio

Em live promovida pela CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) na noite dessa quarta-feira (12.08), mediada pelo jornalista Bruno Lorrance, o técnico da Seleção Brasileira Feminina José Roberto Guimarães, citou o nome de quatro jogadoras que ele considera serem a espinha dorsal do Brasil nos Jogos de Tóquio-2020: as ponteiras Gabi e Natália, a oposta Tandara e a central Thaisa.

– Lógico que a gente tem em uma base, algumas jogadoras que estão há anos, aquelas que são mais relacionadas, que jogaram mais, que fazem parte da espinha dorsal do time e são jogadoras diferenciadas no mundo, que são extremamente diferenciadas no mundo – disse o tricampeão olímpico.

– Posso dizer que a Gabi é um das melhores passadoras do mundo. Só no Campeonato Turco, ela bateu 80, 90 por cento de aproveitamento no passe. É muito importante ter uma jogadora desse nível. A própria Natália, uma Tandara… São jogadoras que estão num nível muito bom e que se estiverem na sua melhor forma, com certeza deverão estar na Olimpíada de Tóquio – revelou o treinador.

Pela primeira vez, no entanto, Zé Roberto falou, publicamente, da possibilidade de convocar a central Thaisa, do Itambé Minas, bicampeã olímpica em Pequim-2008 e Londres-2012.

– Uma central que eu posso dar o nome, que eu gostaria muito que estivesse, que se recuperou de uma lesão muito terrível e que fez um campeonato maravilhoso ano passado, que foi a Thaisa, que pra mim é a melhor central do mundo. Não é que eu não posso dar nome… Eu não gosto de dar muito nome, espero que essas jogadoras não se machuquem, Mas tem outras aí que a gente espera que estejam bem, que correm atrás, que tenham responsabilidade, porque não é fácil vestir a camisa da seleção. Sempre digo que tem jogadora que quando veste a camisa da seleção nacional cresce e outras não. É difícil. não é simples convocar 12 jogadoras para disputar os Jogos Olímpicos – disse o treinador, campeão olímpico com a Seleção Masculina em Barcelona-1992 e duas vezes com a feminina (Pequim-2008 e Londres-2012).

Thaisa
Thaisa em 2016

Veja também

Carla reencontra Minas após última e rápida passagem

Carla era uma das caras novas do Itambé/Minas para a temporada 2020/2021. Um retorno para …