Fabíola
Home Estaduais Futebol reforça laços de Fabíola e Otávio com times de vôlei
Estaduais - Superliga - 8 de setembro de 2020

Futebol reforça laços de Fabíola e Otávio com times de vôlei

Levantadora e central jogarão pelo time do coração

A levantadora Fabíola e o central Otávio têm em comum o fato de nesta temporada defenderem suas equipes do coração. Torcedores, respectivamente, do Flamengo e do Cruzeiro, os jogadores representarão mais uma vez nesta temporada o Sesc RJ Flamengo e o Sada Cruzeiro.

Segundo Fabíola, que vai para a sua segunda temporada na equipe carioca, mas que ganhou a parceria com o Flamengo somente neste ano, grande parte da sua família é flamenguista e os parentes estão todos muito animados com a oportunidade da jogadora.

– Voltar a jogar com o Bernardo na temporada passada foi um sonho realizado que me deixou muito feliz. Nessa nova temporada será muito especial e uma honra jogar pelo Sesc RJ Flamengo. Jogar por esse time é uma realização, além de ser um presente poder vestir a camisa do meu time do coração. Uma boa parte da minha família é flamenguista – afirmou Fabíola.

No Sada Cruzeiro, o central Otávio retornou na temporada passada para o time mineiro e segue na equipe comandada pelo argentino Marcelo Mendez. O jogador é torcedor do Cruzeiro e mostra felicidade em defender as cores da equipe que é uma das suas paixões.

Otávio
Será que Otávio tem habilidade com os pés? (Agênciai7/Divulgação)

– Jogar no Sada Cruzeiro é uma honra, felicidade e um prazer imenso. Ter essa torcida cruzeirense do nosso lado, enchendo os ginásios quando isso for novamente possível, cantando as músicas que escuto desde criança é um sonho realizado. Eu queria ser jogador de futebol e parece que estou realizando esse sonho. Meus familiares também ficaram muito felizes. Todos já pedindo a camisa e só tenho a agradecer por ter a oportunidade de defender o meu time de coração – disse Otávio.

Veja também

Osasco vence o clássico e segue na cola do líder Praia

Agora restam apenas dois invictos na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21: o líder D…