Osasco
Home Estaduais Mesmo sem Polina e Castillo, Sesi bate o Osasco no Liberatti
Estaduais - 29 de setembro de 2020

Mesmo sem Polina e Castillo, Sesi bate o Osasco no Liberatti

Sesi Bauru fez 3 a 0 no rival Osasco pela terceira rodada do Paulista

Mesmo sem contar com as suas principais jogadoras – a líbero dominicana Brenda Castillo e a oposta azeri Polina Rahimova, que se apresentaram mais tarde que as demais jogadoras e ainda não têm condição de jogo – o Sesi/Bauru foi melhor e derrotou o Osasco São Cristóvão Saúde – completo, com sua força total – por 3 sets a 0 – parciais de 25-19 25-23, 25-23 -, no Ginásio José Liberatti, na noite desta terça-feira (29.9), pela terceira rodada da fase classificatória do Campeonato Paulista Feminino 2020.

Tifanny foi a maior pontuadora do jogo, com 17 pontos, seguida por Tandara, com 15, segundo as estatísticas divulgadas ao final do confronto pela comissão técnica de Osasco.

Com o resultado, o time do técnico Anderson Rodrigues manteve a invencibilidade do Estadual com 9 pontos – três vitórias em três jogos – e assumiu a liderança. O São Paulo/Barueri é o vice-líder, com 6 pontos (duas vitórias por 3 a 0) e Osasco é o terceiro colocado na classificação, com 5 pontos (uma vitória por 3 a 0 e outra por 3 a 2).

A terceira rodada segue nesta quarta-feira com dois jogos: às 14h, São Caetano e Renata Valinhos se enfrentam em São Caetano do Sul e, às 19h30, o atual campeão estadual São Paulo/Barueri recebe o Pinheiros no Ginásio José Correa, em Barueri, com transmissão pela TV NSports.

Osasco Paulista
(Amanda Demétrio)

O Sesi/Bauru volta à quadra na sexta-feira, às 19h, contra o Barueri, com transmissão pelo SporTV. No mesmo dia, Osasco recebe o Valinhos, às 20h, no José Liberatti.

Análise

Tudo bem que as duas equipes estão em início de temporada e ainda há muito o que evoluir. Mas, Osasco mostra problemas que já preocupam o torcedor.  Tainara vai ser caçada na recepção durante toda a temporada. Isso é fato. Portanto, algo tem de ser feito. No terceiro set já se viu Camila Brait entrando na frente da companheira – que ainda é muito nova, tem apenas 20 anos – para passar e é o que deve acontecer mesmo em muitos momentos das partidas, até ela ganhar maturidade e segurança para passar melhor.

Roberta precisa recuperar a confiança. E não só das jogadoras. Mas principalmente a confiança dela nela mesma. Precisa também jogar mais com a Tandara. Ela jogou muito pouco com a camisa 16 no primeiro set e, quando a acionava, a bola não chegava nas melhores condições. Era nítida a insatisfação da oposta com a levantadora na primeira parcial.

Talvez seja a hora de dar chance a Naiane como titular. E recuperar, nos treinamentos e fora da quadra, o jogo e o moral da Roberta, que não vive uma boa fase já há um tempo. Obviamente sabe jogar, porque viveu ótimos momentos durante muito tempo no Sesc RJ e joga bem na Seleção.

Dani Lins deu um show. Principalmente com Adenízia. Mara, depois de um primeiro set muito ruim no ataque, melhorou ao longo da partida. Muito mérito da Dani, que não desistiu da central. Porque sabia que precisava dela para não sobrecarregar suas extremidades. Dani seguiu dando moral para Mara, colocando a meio de rede no jogo, insistindo para que ela não perdesse principalmente a confiança nos sets seguintes. Foi dela o importante bloqueio que deu ao time o match point no terceiro set.

Lembrando que o Sesi está sem uma substituta no banco na posição, depois da lesão grave de Mayhara na semana passada. Tifanny jogou com inteligência, alternando força e habilidade no ataque, assumindo a responsabilidade de jogadora definidora, na ausência de Polina. E não comprometeu no passe.

Suelle fez até mais do que se espera dela, já que é atacante de composição e virou bolas importantes, muitas vezes com o bloqueio pesado montado, na base da técnica, explorando com inteligência. Júlia vem cumprindo muito bem o papel, jogando com personalidade, sem comprometer. Anderson estava  incrivelmente calmo, Mesmo nos momentos em que o Osasco encostou no placar. Sesi muito bem arrumado e vai, obviamente melhorar, com as entradas de Brenda e Polina nos playoffs do Paulista.

O jogo

O primeiro set foi marcado por altos e baixos dos dois times. Osasco voltou a mostrar problemas na recepção, assim como já tinha apresentado na vitória apertada sobre o Pinheiros por 3 a 2 na rodada anterior. O Sesi, no entanto, errou menos (4 falhas contra 8 do rival) e sacou taticamente melhor, buscando principalmente Tainara na recepção.

A melhor atacante do Osasco na parcial foi a central Bia. Tandara marcou apenas um ponto no set, sofrendo com a distribuição irregular. A equipe de Bauru chegou a abrir três pontos de vantagem, mas em uma boa passagem de Roberta pelo saque, o time virou o placar. Na sequência, no entanto, foi a vez do Sesi emplacar pontos seguidos. No 19 a 16, Luizomar de Moura fez a troca simples de levantadora, colocando Naiane em quadra. Mas, sem passe e perdido no ataque, Osasco acabou perdendo por 25 a 19.

Osasco voltou melhor no segundo set. Tandara melhorou, fazendo 7 pontos no total, mas do outro lado, Tifanny foi ainda mais eficiente, pontuando 9 vezes. Os dois pontos de diferença entre as duas foram justamente a diferença no placar: 25 a 23 para o Sesi.

Luizomar iniciou o segundo set  com o Roberta, mas logo foi colocou novamente Naiane em quadra – e ela foi mantida até o final da partida. Os números do set foram bem equilibrados: 5 pontos de bloqueio para cada lado, com destaque para os três pontos marcados por Jaque; Sesi pontuou 17 vezes no ataque, contra 16 de Osasco. Os times erraram pouco. Foram 3 erros cedidos pelas donas da casa, contra apenas dois cedidos pelo time de Bauru.

Tainara errou duas bolas no final do set e foi substituída por Gabi Cândido, que foi mantida no terceiro set, assim como Naiane, que começou como titular na parcial. O Sesi, no entanto, parecia estar jogando em casa e abriu logo 5 a 0 no marcador, obrigando Luizomar a pedir tempo. Aos poucos, Osasco foi diminuindo a diferença e fez 7 a 9, mas novamente deixou o Sesi abrir em 19 a 14, com sucessivos erros de ataque. Mas, Gabi Cândido foi para o saque e só saiu de lá com 18 a 18. Tandara apareceu, virando as bolas decisivas de contra-ataque.

Num ataque de fundo, a oposta marcou o ponto de empate de Osasco na partida: 23 a 23. Se tivesse torcida no ginásio, a essa hora o Liberatti estaria completamente enlouquecido. No lance seguinte, no entanto, Mara parou Jaque no bloqueio e deu o match point para o time de Bauru. E, por ironia, coube à Tandara – que comandou a reação no set – cometer o erro que deu a vitória adversária. Ela pisou na linha ao atacar do fundo e o Sesi fechou o set em 25 a 23, garantindo a vitória por 3 a 0.

OSASCO SÃO CRISTÓVÃO SAÚDE: Roberta, Tandara (15), Jaque (10), Tainara (7), Mayany (10), Bia (11) e a líbero Camila Brait. Técnico: Luizomar. Entraram: Naiane (1), Kika, Camila Paracatu, Gabi Candido (2).

SESI BAURU: Dani Lins (4), Tifanny (17), Suelle (6), Pamela (8), Mara (5), Adenízia (11) e a líbero Júlia. Técnico: Anderson Rodrigues. Entraram: Carol Leite (1), Vanessa Janke

Por Patrícia Trindade

TABELA DO PAULISTA FEMININO

PRIMEIRA RODADA

São Paulo Barueri 3 x 0 Renata Valinhos (25-17, 25-17 e 25-16), Ginásio José Correa, em Barueri
Osasco/São Cristóvão 3 x 0 São Caetano (25-14, 25-11 e 25-9), no Ginásio José Liberatti, em Osasco
Sesi/Bauru 3 x 1 Pinheiros (25-18, 24-26, 25-22 e 25-22), no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru

SEGUNDA RODADA

Pinheiros 2 x 3 Osasco/São Cristóvão Saúde (16-25, 23-25, 25-19, 25-21, 13-15), no Henrique Villaboim
São Paulo/Barueri 3 x 0 São Caetano (25-14, 25-11, 25-12), no José Corrêa
Sesi Bauru 3 x 0 Valinhos (25-20, 26-24, 25-17), na Vila Leopoldina

TERCEIRA RODADA

29/09
Osasco/São Cristóvão Saúde 0 x 3 Sesi/Bauru (19-25, 23-25, 23-25), no José Liberatti (com SporTV)

30/09
14h – São Caetano x Valinhos, no Lauro Gomes
19h30 – São Paulo/Barueri x Pinheiros, no José Corrêa, com TV NSports

QUARTA RODADA

02/10 (Sexta-feira)

19h: Sesi Bauru x São Paulo/Barueri, na Vila Leopoldina (com SporTV)
20h: Osasco/São Cristóvão Saúde x Valinhos, no José Liberatti

3/10 (Sábado)

18h: Pinheiros x São Caetano, no Henrique Villaboim

QUINTA RODADA

4/10 (domingo)

17h: São Caetano x Sesi Bauru, na Vila Leopoldina

6/10 (terça-feira)

19h: Barueri x Osasco/São Cristóvão Saúde, no José Corrêa (com SporTV)
20h: Pinheiros x Valinhos, no Henrique Villaboim

FASE FINAL (todos os jogos com SporTV)

SEXTA-FEIRA, 9/10
16h30 – Semifinal 1 – Primeiro jogo

SÁBADO, 10/10
19h – Semifinal 2 – Primeiro jogo

SEGUNDA-FEIRA, 12/10
21h30 – Semifinal 1 – Segundo jogo

TERÇA-FEIRA, 13/10
18h45 – Semifinal 2 – Segundo jogo

SEXTA-FEIRA, 16/10
21h30 – Final – Primeiro jogo

TERÇA-FEIRA, 20/10
21h30 – Final – Segundo jogo

go

Veja também

Academia do Voleibol: diferenças entre Brasil e EUA

A edição da noite desta segunda-feira da Academia do Voleibol deu continuidade à série ini…