Murilo
Home Estaduais Murilo volta a atuar como ponteiro no Sesi
Estaduais - 11 de setembro de 2020

Murilo volta a atuar como ponteiro no Sesi

Depois de três temporadas como líbero, Murilo retorna à antiga posição

“Não é um adeus à posição de ponteiro, é um desafio novo”. Essa foi a frase de Murilo, em 2017, quando decidiu deixar a posição, após uma sequência de lesões (cotovelo, ombro e virilha), para atuar como líbero. Era a opção que tinha para ganhar mais algumas temporadas jogando no alto rendimento, na ocasião substituindo simplesmente Serginho Escadinha no projeto. Nesta sexta-feira, o jogador voltou a atuar na ponta pelo Sesi, na abertura do Campeonato Paulista, diante do Vôlei UM/Itapetininga. Talvez algo que já não passava mais pela cabeça dele, aos 39 anos.

Atacar, sacar e bloquear eram fundamentos que, de vez em quando, Murilo matava saudades em um treinamento ou outro na Vila Leopoldina, em São Paulo. Nunca escondeu que sentia falta deles.

Murilo é o único jogador experiente no elenco do renovado Sesi, agora dirigido pelo campeão olímpico Marcelo Negrão. Disputa a 11ª temporada pelo clube paulista. Obviamente virou o capitão do time paulista, algo que não poderia acontecer caso seguisse como líbero, como prevê a regra do esporte.

No elenco, Murilo tem um “concorrente” familiar pela posição. Eric, filho de Gustavo e sobrinho de Murilo, 20 anos, é uma das opções de Negrão. No fim do segundo set, Eric fez um passagem na rede, enquanto o tio sacava. Depois jogou improvisado como oposto no quarto set. Ao Web Vôlei, Gustavo, vendo a partida pela TV, do Rio Grande do Sul, festejou a volta do irmão.

– É muito bom. O Eric tinha me falado que ele tinha voltado a atacar e tal. Legal demais ver ele de volta. Espero que o braço dele aguente, pois nessa posição ele vai ajudar muito a garotada. Vai se divertir bastante e também vai passar muito perrengue. Mas é um exemplo para todos eles. Então vai ser muito bom, muito legal, com ele disposto a fazer, entre aspas, o sacrifício pela equipe – disse Gustavo.

Um recomeço para Murilo, eleito o melhor jogador do Campeonato Mundial de 2010, na Itália, e da Olimpíada de Londres, em 2012.

Veja também

Brasília volta a jogar na Superliga após covid

A oitava rodada do turno da Superliga Banco do Brasil feminina começa nesta sexta-feira co…