Sesi
Home Estaduais Sesi estreia “nova geração” após reformulação
Estaduais - 10 de setembro de 2020

Sesi estreia “nova geração” após reformulação

Após passar por uma profunda reformulação, o Sesi-SP entrará em quadra, nesta sexta-feira, para o seu primeiro compromisso no Campeonato Paulista 2020. Jogando em casa, no ginásio da Vila Leopoldina (sem presença de público), às 21h30, os comandados do estreante técnico Marcelo Negrão receberão o Vôlei UM/Itapetininga. O SporTV fará a transmissão ao vivo.

Há mais de 10 anos investindo no esporte de alto rendimento e no desenvolvimento esportivo como ferramenta educacional, o Sesi chega para temporada 2020/2021 do vôlei masculino diferente, com uma formação quase 100% oriunda das categorias de base e com a missão de colher frutos dentro do trabalho formador, utilizando jovens valores com grandes chances futuras.

E para comandar as pratas da casa, Marcelo Negrão, que já vinha trabalhando com a categoria sub-19 do Sesi, assume o grupo principal da Vila Leopoldina. E assim como parte do seu grupo, o treinador vem para sua estreia sob o comando de uma equipe que atuará em disputas na categoria adulta.

– O primeiro passo para um bom trabalho neste grupo é entender a cabeça dessa molecada, e por isso posso dizer que eu ter iniciado o meu trabalho como técnico das categorias de base me ajuda muito hoje em dia. Eu ter acompanhado esses meninos nas categorias anteriores também deixa o ambiente muito mais fácil de lidar, estamos nos desenvolvendo juntos em uma nova fase. O Sesi-SP continua apoiando o esporte em todas as modalidades, então temos uma oportunidade muito grande – comentou Negrão, que ainda se disse esperançoso.

– Temos garotos que já se destacam nas Seleções de base, meninos que possuem um potencial muito bom para despontarem. Estou esperançoso, acredito muito nesses meninos, eles podem não ter ainda a experiencia, que em alguns momentos faz a diferença, mas eles vão aprender, vão adquirir e amadurecer a cada treino e a cada jogo, o importante é darmos o primeiro passo, entrarmos motivados e brigar em todas as bolas – finalizou.

Murilo Endres, pilar do projeto do grupo da Vila Leopoldina desde a sua fundação em 2009, permanece integrando o time e terá não só a missão de jogar, como de repassar todo seu conhecimento para os mais jovens. O jogador, que atua de líbero, irá para a sua 11ª temporada pela equipe.

Sesi
Murilo é o único experiente do elenco do Sesi (Karim Kahn/FIESP)

No elenco, o Sesi-SP reúne ainda nomes com passagens pelas Seleções Brasileira sub-19 e sub-21, como os ponteiros Alan Maciel, com passagens pelo time adulto e emprestado para o Itapetininga na última temporada, e Nathan Mota, bronze no Mundial sub-21 em 2019. O levantador Ryan Azevedo, campeão paulista sub-19 e o oposto Darlan Souza, eleito melhor oposto no Sul-americano sub-19 também compõem a equipe. Entre os centrais, Leonardo Andrade, eleito melhor central do Sul-americano sub-19 e Vinicius Elias, aposta do técnico Marcelo Negrão e campeão paulista sub-19 e sub-21, que estava emprestado para equipe de Juiz de Fora na Superliga B.

Completam a equipe, o levantador Caio Nobre, terceiro levantador na última edição da Superliga e campeão da Taça Paraná 2019 e os ponteiros Eric Endres, que integrou a equipe adulta em vários jogos na última temporada e Marcus Vinicius, campeão paulista sub-19. Marcos Paulo, central, retorna após empréstimo para o Itapetininga e Matheus Procópio retorna do São Bernardo para compor a posição de líbero com Murilo.

Veja também

Macris desabafa sobre novo piso: “É rir pra não chorar”

A levantadora Macris, do Itambé/Minas, não escondeu a insatisfação com o novo piso utiliza…