Uberlândia Sada
Home Estaduais Cachopa e Marcelo Mendez elogiam Uberlândia
Estaduais - 16 de outubro de 2020

Cachopa e Marcelo Mendez elogiam Uberlândia

Time do Triângulo ganhou merecidos elogios

O Sada Cruzeiro foi unânime nos elogios após a semifinal do Campeonato Mineiro, nesta sexta-feira: o Azulim/Gabarito/Uberlândia fez uma grande partida na Arena Minas, em Belo Horizonte.

Fernando Cachopa, levantador celeste, falou da disputa acirrada e da falta da torcida no ginásio.

– O Uberlândia deu trabalho pra gente, o tempo inteiro. É um time que defende muito, que tem muito volume de jogo e isso não é tão comum aqui no país, a gente teve que se adaptar. Amanhã a final é outra história e a gente tem que se preparar muito bem e estudar muito a equipe que vier, para entrarmos bem preparados. Essa energia que colocamos na reta final do jogo contra o Uberlândia serve de exemplo pra gente levar pra todo ponto que disputarmos. Sem a torcida é um diferente, temos que botar essa energia em quadra sozinhos, com a galera do banco, com a comissão, mas infelizmente essa mudança, com ginásio vazio, é necessária agora. A gente tem que botar o coração em todo ponto que for disputar. Isso serve de bagagem pra levarmos pra final de amanhã e para o resto da temporada também – analisou o levantador.

Marcelo Mendez também falou da semifinal brigada.

– Foi um jogo muito difícil, o time de Uberlândia jogou muito bem em todos os fundamentos, no saque, bloqueio, principalmente na defesa e contra-ataque. Nós tivemos que mostrar um crescimento durante o jogo, fizemos a diferença no saque e ataque e conseguimos levar a partida. Fui rodando, fui trocando os jogadores, para tentar fazer uma mudança na partida, que estava muito desfavorável para nós. Agora temos que tratar de descansar um pouco e já concentrar para a final de amanhã, que será também uma partida difícil – disse o comandante.

Desde 1998, quando o Mineiro voltou a ser disputado depois de um hiato de 12 anos, as maiores sequências de conquistas são de Sada Cruzeiro e Minas. Entre 1998 e 2007, a equipe da Rua da Bahia chegou ao decacampeonato, marca igualada pelo time celeste no ano passado, com os troféus de 2010 a 2019. E neste fim de semana o elenco cruzeirense quer superar a marca do rival.

– Vamos brigar para que essa hegemonia dure ainda mais tempo. Temos que continuar trabalhando para seguir evoluindo nosso jogo e a cada dia tentar jogar um pouco melhor. Para amanhã teremos que ter tranquilidade e jogar muita bola. Nunca foi fácil jogar o Mineiro. É um torneio de começo de temporada, quando os times ainda estão em início de trabalho, entrosando o elenco, e temos que trabalhar muito para ter um resultado positivo – concluiu Mendez.

Veja também

Adenízia fala sobre transição da base para o profissional

Uma semana depois de a ex-levantadora Fernandinha ter participado de um papo com as jovens…