Sesi Bauru
Home Estaduais Com a estreia de Polina, Sesi Bauru bate o São Paulo
Estaduais - 2 de outubro de 2020

Com a estreia de Polina, Sesi Bauru bate o São Paulo

Sesi Bauru derrotou o São Paulo/Barueri por 3 a 0

O Sesi Bauru agora é o único invicto do Campeonato Paulista feminino. Nesta sexta-feira, na Vila Leopoldina, em São Paulo, o quarto triunfo na competição foi conquistado diante do São Paulo/Barueri por 3 sets a 0, parciais de 25-18, 25-18 e 25-23.

A vitória isolou o time comandado por Anderson Rodrigues na liderança, com 12 pontos. Faltando apenas enfrentar o lanterna São Caetano, é Sesi Bauru deverá confirmar a primeira posição e a vantagem do mando de quadra nos playoffs. Já a equipe de Zé Roberto segue com nove e agora fará uma disputa direta com o Osasco/São Cristóvão Saúde pelo segundo lugar, na rodada final (em caso de vitória amanhã sobre o Renata Valinhos), antecipando ainda o possível duelo da semifinal.

A partida na Vila Leopoldina marcou a estreia da azeri Polina Rahimova na temporada. Ela entrou numa inversão do 5-1 no primeiro set e depois foi titular nas demais parciais no lugar de Pamela. E a oposto demonstrou, logo de cara, o cartão de visitas. Apenas no segundo set foram sete pontos marcados por Polina.

Antes do jogo, ela postou uma foto com a bandeira do Azerbaijão, país que vive um confronto bélico com a vizinha Armênia, com uma recente escalada de violência numa disputa territorial nos últimos dias.

No jogo, o Sesi Bauru dominou as ações quase na totalidade do tempo. O bloqueio apareceu em diversos momentos e, quando o passe não oscilou, Dani Lins pode usar todas as armas pelo meio e pelas extremidades. Justa ressaltar o bom início de temporada da levantadora campeã olímpica.

Já o jovem São Paulo/Barueri iniciou a partida mais tenso do que o normal. Com erros em todos os fundamentos, viu o adversário abrir dez pontos de frente. Aos poucos, os nervos foram colocados no lugar, o atual campeão se soltou e começou a mostrar um um dos maiores predicados: volume de jogo.

O melhor momento da equipe aconteceu até o 17 a 17 do segundo set. Depois que uma largada de toque de Polina caiu no chão, o Tricolor desandou e tomou seis pontos seguidos, com diversos erros.  No geral, a virada de bola ficou aquém com Kisy e Glayce.

O terceiro set foi mais equilibrado da partida, com o placar igual até o 23 a 23. Até que Polina virou uma bola no ataque, fez um ace na sequência e fechou o jogo. A azeri anotou 16 pontos, um aperitivo do que está por vir na temporada.

Veja também

Academia do Voleibol: diferenças entre Brasil e EUA

A edição da noite desta segunda-feira da Academia do Voleibol deu continuidade à série ini…