Vôei Renata
Home Estaduais Vôlei Renata vence e está na final do Paulista
Estaduais - 10 de outubro de 2020

Vôlei Renata vence e está na final do Paulista

O Vôlei Renata derrotou o Itapetininga na semi e vai encarar o favorito Taubaté pelo título do Estadual

O Vôlei Renata vai fazer a final do Campeonato Paulista Masculino pela quinta vez na sua história. A vaga foi conquistada neste sábado, na vitória por 3 sets a 0 sobre o Vôlei UM/Itapetininga – parciais de 25-15, 25-16, 25-21 – no ginásio do Taquaral, em Campinas, pelo segundo jogo do playoff da semifinal.

O time campineiro repetiu o placar do primeiro confronto e vai encarar, na decisão, também em dois jogos, o invicto EMS/Taubaté/Funvic, que ainda não perdeu nenhum set na competição.

O Taubaté garantiu a vaga em busca o seu sétimo título consecutivo, ao vencer o Vedacit/Guarulhos na última sexta-feira. O primeiro jogo da final será na próxima terça-feira (13.10), às 21h30, no Ginásio do Taquaral, e o segundo na sexta (16.10), no mesmo horário, no Ginásio do Abaeté. Os dois confrontos serão transmitidos pelo SporTV 2.

O Vôlei Renata não deu chances ao Itapetininga. O time comandado pelo técnico Horácio Dileo foi eficiente em todos os fundamentos. Destaque, mais uma vez, para a atuação do ponteiro Vaccari, que foi, novamente, muito bem no ataque e no saque. Inclusive, o último ponto foi em um ace do jogador, como na partida anterior. Mas, de maneira geral, todo o time jogou com equilíbrio, principalmente por conta da boa distribuição do levantador argentino Gonzalez.

O Itapetininga cometeu muitos erros nos contra-ataques e contou com um side out pouco eficiente. No primeiro set, por exemplo, o time fez apenas 7 pontos de ataque, contra 15 do Vôlei Renata. O levantador Carísio nem sempre conseguiu jogar com os centrais – que também não viram -, o que sobrecarrega muito os ponteiros e o oposto Bertolini. O passe também foi muito irregular na noite deste sábado.

Vaccari foi o maior pontuador do jogo com 19 acertos.

A equipe campineira se preocupa agora em como superar o favoritismo do Taubaté, repetindo a final de 2019. Ano passado, o Vôlei Renata fez uma bela campanha no Estadual e viu o título inédito bem de perto: venceu o primeiro confronto da decisão, no Abaeté, no tie-break, mas perdeu o segundo, por 3 a 2, no Taquaral, e acabou perdendo também o golden set. Esse ano, o Taubaté manteve a base forte. Perdeu o ponteiro Lucarelli para a Itália, mas trouxe outro campeão olímpico para a posição, Maurício Borges, além do levantador Bruninho, que já está recuperado do COVID-19 e estará à disposição do técnico Weber.

Veja também

Macris desabafa sobre novo piso: “É rir pra não chorar”

A levantadora Macris, do Itambé/Minas, não escondeu a insatisfação com o novo piso utiliza…