Bauru
Home Destaques De virada e sem Polina, Bauru supera o Curitiba
Destaques - Superliga - 14 de novembro de 2020

De virada e sem Polina, Bauru supera o Curitiba

Desfalcado da oposta Polina Rahimova, Sesi Bauru derrotou o Curitiba por 3 a 1, em casa, depois de perder o primeiro set

De virada e sem a sua principal jogadora – a oposta Polina Rahimova testou positivo para COVID-19 e foi substituída por Pâmela – o Sesi Bauru derrotou o Curitiba por 3 sets a 1 – 18-25, 27-25, 25-20, 25-23 -, na noite deste sábado, no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru, pela terceira rodada da Superliga Feminina 2020/21. Com o resultado, o time do técnico Rubinho manteve a invencibilidade, após estrear com vitória sobre o Pinheiros por 3 a 0, no início da semana. O Curitiba ainda não ganhou – perdeu para o Osasco na primeira rodada.

A ponteira Vanessa Janke – que saiu do banco de reservas no primeiro set para organizar a linha de passe – ficou com o Troféu Viva Vôlei. Confira aqui a classificação.

A oposta Ivna, do Curitiba, foi a maior pontuadora do jogo, com 17 acertos (15 de ataque, 1 de saque e 1 de bloqueio e 43% de aproveitamento no ataque), seguida pela ponteira Tifanny, do Sesi Bauru, com 16 (14 de ataque, 1 de saque e 1 de bloqueio e 33% de aproveitamento). Outros destaques do Sesi foram a central Adenízia, com 13 pontos (61% de aproveitamento no ataque), Mara, com 12 e Pâmela, com 10. Pelo Curitiba, a ponteira Pietra pontuou 14 vezes (38%) e Milena, 11.

O Sesi ainda não conta com a levantadora Dani Lins, que se recupera de uma lesão lombar. No primeiro set, as donas da casa sofreram com o passe e permitiram a vitória das paranaenses, muito seguras na virada de bola e com um sistema defensivo eficiente. No segundo set, o Curitiba chegou a estar na frente do placar, mas passou a errar na recepção e falhou nos momentos decisivos da parcial, perdendo por 27 a 25. O time paranaense seguiu irregular. Vencia o quarto set por 16 a 13, permitiu a virada para 18 a 16, depois conseguiu empatar em 22 a 22, mas acabou perdendo.

Na próxima rodada, o Sesi SP enfrenta o Fluminense, segunda-feira (16), às 21h30, nas Laranjeiras, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. Já o Curitiba recebe o Itambé/Minas na terça-feira (17), às 16h30, no Ginásio da Universidade Positivo, com transmissão pelo SporTV.

Ainda hoje, encerrando a segunda rodada, o Sesc RJ Flamengo recebe o São Caetano, às 21h30, no Ginásio Hélio Maurício, no Rio, com transmissão pelo SporTV 2.

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL FEMININA 20/21

Segunda rodada do turno

13.11 (SEXTA-FEIRA) – São José dos Pinhais/AIEL (PR) 1 x 3 São Paulo/Barueri (SP), às 17h, no ginásio Ney Braga, em São José dos Pinhais (PR) – Canal Vôlei Brasil (14/25, 27/25, 21/25 e 16/25)

13.11 (SEXTA-FEIRA) – Itambé/Minas (MG) 3 x 1 Pinheiros (SP), às 19h, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – Canal Vôlei Brasil (25/19, 21/25, 25/18 e 25/17)

13.11 (SEXTA-FEIRA) – Dentil/Praia Clube (MG) 3 x 0 Brasília Vôlei (DF), às 19h, na Arena Praia, em Uberlândia (MG) – SporTV 2 (25/20, 25/15 e 25/21)

13.11 (SEXTA-FEIRA) – Osasco São Cristóvão Saúde (SP) 3 x 0 Fluminense (RJ), às 21h30, no José Liberatti, em Osasco (SP) – SporTV 2 (25/17, 25/18 e 25/21)

14.11 (SÁBADO) – Sesi Vôlei Bauru (SP) x Curitiba Vôlei (PR) (18/25, 27/25, 25/20, 25/23), às 17h, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) – Canal Vôlei Brasil

14.11 (SÁBADO) – Sesc RJ Flamengo (RJ) x São Caetano (SP), às 21h30, no Hélio Maurício, no Rio de Janeiro (RJ) – SporTV 2

Veja também

Sesi Bauru joga pela reabilitação na Superliga

O Sesi Bauru volta à quadra nesta sexta-feira para tentar a reabilitação na Superliga femi…