Mari
Home Destaques Hylmer: Mari poderá atuar tanto na ponta quanto de oposta
Destaques - Superliga - 5 de novembro de 2020

Hylmer: Mari poderá atuar tanto na ponta quanto de oposta

O Fluminense sobe de patamar com a contratação da campeã olímpica Mari? Em conversa com o Web Vôlei, o técnico do Tricolor, Hylmer Dias, falou sobre a contratação da ex-ponteira da Seleção Brasileira, que já deve começar a treinar na próxima semana, no Rio de Janeiro. As expectativas da torcida – e não só a do Flu – são enormes. Mari, 37 anos, 1,88m, não atua na quadra há 3 anos e meio, mas, sem dúvida é uma das jogadoras mais queridas da sua geração e tecnicamente uma das melhores atacantes do Brasil. A questão é saber como ela vai se apresentar e se a readaptação à quadra – ela estava treinando na praia – vai ser rápida.

O Tricolor estreia na Superliga na próxima terça-feira, às 17h, contra o São Paulo/Barueri, no Ginásio da Hebraica, no Rio.

WEB VÔLEI – Como foi o processo de contratação da Mari?

HYLMER DIAS – Tive a oportunidade de conhecê-la quando eu trabalhava no Rexona Ades. Quem negociou foi nosso CEO do Esporte Olímpico do Flu, João Mandarino. Acho que foi uma negociação que uniu a vontade dela de voltar para a quadra e do Flu de contar com a grande jogada que ele é.

WEB VÔLEI – O Flu sobe de patamar com a contratação da Mari?
HYLMER DIAS – Na verdade precisamos ter todas as jogadoras a disposição, trabalhar bastante esse elenco pra saber em que patamar estamos e pelo o que vamos brigar.
WEB VÔLEI – Como vocês acham que será a readaptação da Mari à quadra?
HYLMER DIAS – Acho que a adaptação não será difícil porque ela se encontra bem fisicamente e tecnicamente sempre foi boa. Então, é questão de voltar aos treinos
WEB VÔLEI – Mari volta como oposta ou como ponteira?
HYLMER DIAS – Ela é uma jogadora que atua nas duas posições e vai poder ser utilizada em uma ou em outra de acordo com a necessidade do time.
WEB VÔLEI – Já existe uma previsão para a estreia da Mari na Superliga?
HYLMER DIAS –  Ainda não. Ela tem que se apresentar, ser avaliada e começar a treinar pra aí sim termos uma ideia. Não adianta termos pressa e arriscarmos acontecer uma lesão.
WEB VÔLEI – Dayse e Fernanda Tomé já estão recuperadas das lesões? Já podem jogar?
HYLMER DIAS – Dayse vem treinando muito bem e a expectativa é que possa jogar terça-feira. Tomé ainda está entregue à fisioterapia e começou a treinar bem devagar, então ainda esperaremos um pouco.
WEB VÔLEI – A Superliga 2020/2021 tem favorito?
HYLMER DIAS – Vejo o bloco dos 5 times muito fortes, podendo qualquer um ser campeão. Talvez o Praia, com um elenco com mais opções que o restante, mas todos muito fortes.
WEB VÔLEI – Quais as expectativas do Fluminense para a temporada?
HYLMER DIAS – O Flu chega com apenas 5 semanas de treino, esperando poder ter todas as jogadoras a disposição e no mesmo nível físico e técnico. Mas, na expectativa de ser competitivo e brigar por uma vaga nos playoffs.

Veja também

Barueri perde o primeiro set, mas vira e bate o Brasília

O São Paulo/Barueri derrotou o Brasília por 3 sets a 1, de virada – parciais de 23-2…