Luizomar
Home Superliga Nicola e Luizomar batem-boca depois do jogo. Veja o vídeo
Superliga - 28 de novembro de 2020

Nicola e Luizomar batem-boca depois do jogo. Veja o vídeo

O técnico Luizomar fez questão de elogiar a postura das jogadoras do Osasco São Cristóvão Saúde na bela vitória por 3 sets a 0 sobre o Itambé Minas, na noite de sexta-feira, pela sexta rodada da Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21.

– Conquistamos uma vitória muito importante fora de casa e quero parabenizar o grupo, que jogou com consistência, disciplina tática e muita vontade. Temos muito a crescer ainda na Superliga, mas estamos apresentando um bom volume de jogo, consistência na relação bloqueio/defesa e lucidez no ataque. Seguimos na luta para honrar a camisa de Osasco e construir nossa caminhada até a final – disse o treinador.

Depois do jogo, ele e o técnico do Minas, Nicola Negro, trocaram farpas, no momento do tradicional cumprimento entre as comissões técnicas. Nicola disse que “aquilo não era voleibol” e gritava “vergonha”, enquanto Luizomar pedia respeito.

Aparentemente – não ficou muito claro -, Nicola Negro estava reclamando que uma central de Osasco (no caso a Mayany) estava saindo da sua posição antes da hora (antes da sacadora tocar na bola), o que configura erro de posicionamento. É a tal regra de correspondência. No momento em que a bola é golpeada pelo sacador, cada equipe deve estar posicionada dentro da sua própria quadra na ordem de rotação (menos, claro, o sacador). E, segundo o Minas, Osasco estava cometendo a infração.

Luizomar respondeu que quem tinha de de ter visto a infração era o juiz e não os treinadores.

– Ele estava reclamando – pelo menos foi isso que eu entendi – que a nossa central estava saindo antes. Pode até ser que estivesse. Mas isso não é problema meu, nem dele. Temos arbitragem para coibir isso. Há uma regra de correspondência, mas, é meio complicado, porque tem o timing do saque… como a Mayany tem uma bola importante pra frente, talvez ela realmente tenha saído, e se estiver saindo, pode ter certeza que vamos falar com ela. No final do jogo fomos cumprimentá-los, tenho muito respeito… Eu recebi o Nicola muito bem no meu país, agora nós estamos no Brasil e… Se a gente fizer um retrospecto, eu tenho saído daqui de Minas, tenho perdido mais do que vencido. Vencemos no ano passado, mas perdemos nas três temporadas anteriores. Faz parte. É baixar a cabeça e sair como um bom perdedor. Tenho certeza que ele vai pensar e vai reconhecer. Ele está no meu país. Se existe algum tipo de território, esse território é meu e nós vamos defender – disse Luizomar, em entrevista ao SporTV, após a partida.

Confira aqui a classificação da Superliga Feminina.

Veja também

Taubaté ganha e segue na caça ao Sada Cruzeiro

Dois dias depois de terem se enfrentado pelas quartas de final da  Copa Brasil, na última …