Bárbara
Home Destaques Rodrigão e Bárbara Seixas na Comissão de Atletas do COB
Destaques - Fora de Quadra - 12 de novembro de 2020

Rodrigão e Bárbara Seixas na Comissão de Atletas do COB

Foram eleitos 25 novos integrantes para a Comissão

Rodrigão, campeão olímpico com a Seleção de vôlei em 2004, com 27 votos, e Bárbara Seixas, medalhista de prata na praia na Rio-2016, com 16, estão entre os eleitos para a Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para o ciclo Paris-2024.

Na eleição encerrada nesta quarta-feira, foram definidos 25 novos integrantes. Além da dupla, os demais escolhidos foram: Diogo Silva (taekwondo, 47 votos), o mais votado; Poliana Okimoto (desportos aquáticos, 46); Yane Marques (pentatlo moderno, 39); Gustavo Guimarães (desportos aquáticos, 39); Eduarda Amorim (handebol, 26); Adriana Aparecida da Silva (atletismo, 26); Fabiano Peçanha (atletismo, 26); Beatriz Futuro (rugby, 25); Thiagus Petrus (handebol, 24); Lucas Duque (rugby, 22); Fernanda Ferreira (remo, 21); Iziane Marques (basquete, 19); Francisco Barretto Júnior (ginástica, 19); Edson Bindilatti (desportos no gelo, 19); Juan Nogueira (boxe, 16); Isabel Swan (vela, 15); Emerson Duarte (tiro esportivo, 13); Arthur Zanetti (ginástica, 13); e Ana Sátila (canoagem, 11) entre os que disputaram alguma das últimas duas edições de Jogos Olímpicos de Verão ou Inverno. E Hortência Marcari (basquete, 121); Jefferson Sabino (atletismo, 51); Clodoaldo Lopes do Carmo (atletismo, 28); e Joana Cortez (tênis, 25) entre os atletas que competiram em Jogos anteriores a Londres-2012.

A eleição bateu recorde de votantes: ao todo 374 atletas que disputaram os Jogos Olímpicos Londres-2012, Socchi-2014, Rio-2016 e/ou PyeongChang-2018 participaram da eleição, o que corresponde a 66% do total de atletas-eleitores aptos a votar. O número é mais que o dobro da participação registrada em 2016, quando 170 atletas votaram (pouco mais de 27% do total).

– É um orgulho ter realizado e concluído com sucesso esse processo. É mais um grande passo que mostra o quanto a Comissão de Atletas evoluiu nos últimos anos. Fiquei surpreso com a quantidade de candidatos e com o número recorde de eleitores participando. Isso mostra o engajamento dos atletas e que o trabalho e a importância da Comissão estão cada vez mais visíveis para o Movimento Olímpico do Brasil. Desejo um bom trabalho para os membros que se reelegeram e aos novos integrantes da CACOB. Tenho certeza que o legado dessa Comissão estará em boas mãos – disse Tiago Camilo, presidente da Comissão de Atletas e do Comitê de Eleição.

Houve um recorte para garantir a equidade de gênero entre os eleitos, já que foram escolhidos os 10 homens e 10 mulheres mais votados, além do campeão de votos, entre os atletas que participaram das últimas edições de Jogos, e os dois homens e duas mulheres mais votadas entre os esportistas que participaram de Jogos anteriores a 2012. Existiu também um limite máximo de dois atletas por Confederação (ENAD) entre os atletas que tenham participado de Londres 2012, Sochi 2014, Rio 2016 e/ou PyeongChang 2018 e também de dois atletas por Confederação (ENAD) entre os quatro que tenham participado exclusivamente de Jogos anteriores a Londres 2012. Assim, 16 Confederações estarão representadas na CACOB: Atletismo, Basquete, Boxe, Canoagem, Desportos Aquáticos, Desportos no Gelo, Ginástica, Handebol, Pentatlo Moderno, Remo, Rugby, Taekwondo, Tênis, Tiro Esportivo, Vela e Vôlei.

Veja também

Mineiros vencem na abertura da 7ª rodada da Superliga

A rodada deste sábado na Superliga Masculina 2020/21 foi dos mineiros. Sada/Cruzeiro, Amér…