Osasco Brasília
Home Superliga Brasília vira de forma incrível e Osasco cai no Liberatti
Superliga - 13 de dezembro de 2020

Brasília vira de forma incrível e Osasco cai no Liberatti

O Brasília, que ainda não havia vencido na Superliga 2020/21, derrotou o então invicto Osasco em pleno Liberatti

Numa virada espetacular e no resultado mais surpreendente da Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21 até aqui, o Brasília conquistou sua primeira vitória na competição neste sábado, sobre o até então invicto Osasco São Cristóvão Saúde, por 3 a 2 – parciais de 15-25, 25-16, 25-22, 16-25, 15-13 – no Ginásio José Liberatti, pela nona rodada. A Superliga tem agora apenas dois invictos: o EMS Taubaté Funvic, no masculino, e o Praia, no feminino.

Apesar da derrota, o time do técnico Luizomar de Moura assumiu, ao menos provisoriamente, a liderança da competição, com 22 pontos e uma partida a mais que o Dentil Praia Clube, que está invicto, com 7 vitórias em 7 jogos e 21 pontos. A equipe de Uberlândia enfrentaria o Sesi Bauru nesta rodada, mas a partida foi adiada para o dia 29 de dezembro por conta dos recentes casos de coronavírus no time paulista. Veja aqui a classificação.

O próximo compromisso de Osasco é contra o Praia, quarta-feira, às 19h, em Uberlândia, em partida válida pela oitava rodada e adiada por que quatro jogadoras de Osasco testaram positivo para o COVID-19 – Bia, Roberta, Karina e Kika. Bia e Roberta, inclusive, não jogaram neste sábado. Naiane e Camila Paracatu foram as opções de Luizomar de Moura no time titular.

A ponteira Neneca, do Brasília, faturou o Troféu Viva Vôlei. O Brasília, vice-lanterna com 2 pontos, enfrenta o lanterna São Caetano terça-feira, em Taguatinga, às 20h, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. Veja aqui as transmissões da semana.

Tandara foi a maior pontuadora do jogo, com 23 pontos (16 de ataque, 4 de saque, 3 de bloqueio) e 42% de aproveitamento de ataque. Foi dela o saque que iniciou a reação no final do tie-break, quando Osasco salvou 4 match points, mas, por ironia, foi dela também o erro de saque que deu o ponto da vitória no 15 a 13 para as rivais.

Outros destaques de Osasco foram Mayany e Paracatu, com 13 pontos cada uma. Jaqueline pontuou 15 vezes, Gabi Cândido 8 e Naiane, 6. A maior pontuadora do Brasília foi a oposta Ariane, com 18 acertos, seguida por Neneca (15), Aline e Ingrid (10 cada uma) e da central Edna (14).

O bloqueio foi, novamente, o fundamento de maior destaque de Osasco nesta sexta-feira. Foram 23 bloqueios (7 com Mayany e 7 com Paracatu), contra apenas 8 do time de Brasília. Pelo lado da equipe do Distrito Federal, o saque foi o diferencial. Foram 9 aces, fora o estrago na linha de passe de Osasco, principalmente nos segundo e terceiro sets. O número de erros foi equilibrado. Brasília cedeu 27 pontos e Osasco, 24

As donas da casa começaram bem, vencendo a primeira parcial por 25 a 15 em ritmo de treino. O jogo parecia se encaminhar para um 3 a 0 tranquilo. Brasília era previsível no ataque e errava muito. A partir do segundo set, no entanto, a equipe visitante parece ter virado a chave. Passou a jogar com alegria, mais solta, com a levantadora Ju Carrijo distribuindo bem. Neneca e Ariane comandaram os contra-ataques, com Edna também aparecendo bem para definir.

No tie-break, depois de perder o quarto set por 25 a 16, o Brasília ressurgiu de forma surpreendente. Fez logo 7 a 1 no placar, depois 10 a 4, e conseguiu administrar a vantagem, segurando a reação final de Osasco, quando as donas da casa conseguiram defender bem os ataques das visitantes e pontuar nos contra-ataques. No erro de saque de Tandara, o Brasília conseguiu o que Minas, Sesi Bauru e Sesc RJ não conseguiram na competição.

SUPERLIGA BANCO DO BRASIL FEMININA 20/21

Nona rodada do turno

11.12 (SEXTA-FEIRA) Itambé/Minas (MG) 3 x 0 Sesc RJ Flamengo (RJ) (25-20 25-18, 25-20), às 21h30, na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG) – SporTV 2

12.12 (SÁBADO) São Paulo/Barueri (SP) 3 x 0 São Caetano (SP), às 17h (25-11, 25-14, 25-12), no ginásio José Corrêa, em Barueri (SP) – Canal Vôlei Brasil

12.12 (SÁBADO) Fluminense (RJ) 3 x 0 Pinheiros (SP) (25-22, 25-23, 25-22), às 19h, no ginásio do Fluminense, no Rio de Janeiro (RJ) – Canal Vôlei Brasil

12.12 (SÁBADO) Osasco/São Cristóvão Saúde 2 x 3 Brasília Vôlei (DF), às 21h30 (25-15, 16-25, 22-25, 16-25, 13-15) no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP) – SporTV 2

29.12 (SEXTA-FEIRA) Sesi Vôlei Bauru (SP) x Dentil/Praia Clube (MG), às 19h, no Panela de Pressão, em Bauru (SP) – SporTV 2

Veja também

Acidente aéreo: atleta da base do Sesi Bauru perde irmão

Um acidente aéreo, na manhã deste domingo, em Tocantins, matou quatro jogadores, o preside…