Ibirapuera
Home Fora de Quadra Craques do vôlei lamentam possível fim do Ibirapuera
Fora de Quadra - 1 de dezembro de 2020

Craques do vôlei lamentam possível fim do Ibirapuera

Destaques do vôlei brasileiro usaram as redes sociais, nesta terça-feira, para protestar e para lamentar com o provável fim de um dos ícones da modalidade: o Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Na semana passada, o Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) negou o tombamento do local, permitindo assim a privatização.

O complexo esportivo, que engloba ainda a pista de atletismo, o parque aquático e mais um ginásio, deverá ser concedido à iniciativa privada. E o edital de privatização prevê a demolição dos ginásios para a construção de um shopping center. No lugar do estádio de atletismo, há a previsão de construção de uma arena multiuso para 20 mil pessoas. Uma torre comercial e um hotel também fazem parte do edital, no local da atual piscina.

Foram várias mensagens contrárias de craques do vôlei, como Ana Moser, Maurício, Fabiana, William Arjona, Adenízia, entre outros. Confira algumas das mensagens:

Maurício

“Com imensa dor no coração que recebo esta notícia DEMOLIÇÃO DO GINÁSIO DO IBIRAPUERA. Quanta história do nosso esporte sendo enterrada, quantas glórias vividas neste ginásio, momentos épicos que ficarão guardados para mim e para todos que viveram tempos de glória do esporte. #esportedeluto Temos que tentar impedir essa tragédia”

William

“E um dia eu sonhei em jogar no ginásio do Ibirapuera. E eu realizei. Quantos sonhos iguais ao meu serão encerrados? Eu cresci assistindo aos jogos de vôlei no ’empadão’. Vi Marcelo Negrão, Mauricio, Giovane, Tande, Paulão, Amauri, Pampa, Gilson, Jorge Edson, Toaldo, Schwanke, Kid, Talmo, Toca. Todos me inspiraram para chegar onde eu cheguei. Vi também Zorzi, Cantagalli, Luccheta, Tofoli, Vulo, Bernardi, Giani, Raul Diago, irmãos Hernández, Despaigne, Sarmientos, Brooks, Rafael Pascual e tantos outros que fizeram com que eu tivesse a certeza que eu queria ser um jogador de vôlei profissional. Ahhh o Ibirapuera… Pra mim o templo sagrado do voleibol. Manhãs e manhãs de domingo junto ao meu pai indo ver jogos espetaculares, com arquibancadas lotadas, ao som da corneta do Dartagnan! Quem nunca gritou: Aí, aiaiai, aiaiaiaiaiaiai em cima em baixo puxa e vai! Ahhhhhh o Ibirapuera… Tive a honra de assistir ao Mundial de clubes onde Banespa, Mediolanum e IL Messagero travaram batalhas memoráveis! Timmons, Kiraly e companhia, e eu estava lá! Ahhhh o Ibirapuera! Anos depois eu vestindo a camisa da Seleção Brasileira, estreava nesse mesmo ginásio, aquele do meu sonho de criança, jogando contra a França em um jogo épico, ganhando de virada por 3 a 2. Obrigado, gigante Ibirapuera… Onde eu estiver, suas memórias estarão vivas. E o seu legado será eterno”

Ana Moser

“No Ginásio Ibirapuera o vôlei feminino chegou a sua primeira final de Mundial. Lotado e vibrante. São Paulo precisa desse Complexo Esportivo #abraceoibirapuera”

Fabiana

“É incrível certas coisas que vemos no Brasil. Me dediquei ao esporte desde os meus 14 anos, sacrifiquei juventude, família, amigos, relacionamentos, tempo pra mim, tudo isso porque a vida de atleta é matar um leão por dia. Ainda mais no Brasil, com uma estrutura precária e deficiente para o esporte. Esporte esse que não é só o vôlei não! Esporte que educa, salva vidas, disciplina e traz saúde, seja a modalidade que for. Quando penso que depois de tantas conquistas do esporte brasileiro mundo a fora, depois de tanto o esporte salvar vidas e resgatar pessoas, vejo a notícia de que o governo de SP quer derrubar o Ginásio do Ibirapuera. É INACREDITÁVEL o descaso com a história do esporte brasileiro e com o futuro das modalidades esportivas. A tentativa é de enterrar conquistas, histórias, lembranças e projetos futuros, pra dar lugar a um shopping center! Pelo visto, um complexo de lojas chiques vale muito mais do que proporcionar a população diversão, saúde e lazer!”

Adenízia

“Jura que com o atual momento que estamos vivendo, estão pensando em abrir um shopping e derrubar um dos patrimônios do esporte? Um lugar onde nós, atletas, tivemos momentos felizes pelo Brasil e pelo nossos clubes. Não é possível que a Federação Paulista será a favor. Triste notícia para o esporte”

 

Veja também

Brasília supera o Sanca e se firma no G8

O Brasília derrotou o São Caetano por 3 sets a 1 – parciais de 25-11, 25-18 22-25, 2…