Jacke
Home Superliga Jacke recupera espaço e busca reabilitação do Barueri
Superliga - 4 de dezembro de 2020

Jacke recupera espaço e busca reabilitação do Barueri

São Paulo/Barueri enfrenta Brasília nesta sexta-feira, fora de casa

Depois de ser superado em quatro jogos seguidos pelas grandes potências da Superliga, o São Paulo/Barueri enfrenta, nesta sexta-feira, aquele que é considerado um “adversário direto” na luta por vaga nos playoffs. Trata-se do Brasília Vôlei, que fez apenas três partidas na competição, devido à infecção de atletas pelo vírus da covid-19, e ainda não conseguiu nenhuma vitória. A partida começa às 17h, no ginásio do Sesi Taguatinga, e terá transmissão pelo Canal Vôlei Brasil.

O Tricolor, que venceu as duas primeiras partidas nas seis primeiras rodadas, teve seus momentos de brilho ao longo da sequência de derrotas. Contra o Sesi Bauru, conseguiu levar a partida ao tie-break, arrancando um ponto, e foi a primeira equipe a ganhar um set do líder Dentil/Praia Clube.

Na partida contra o Praia Clube, o treinador José Roberto Guimarães surpreendeu ao escalar, desde o início, a levantadora Jacke, que fora titular nas rodadas iniciais do Campeonato Paulista e vinha entrando bem nas inversões do sistema 5-1. Com ela em quadra, as centrais Lorena e Diana foram mais acionadas, e fizeram jus à confiança da distribuidora de jogadas. Elas contribuíram com 15 e 13 pontos, respectivamente.

– Sempre gostei de jogar com o meio. Nosso time tem centrais com muito potencial de ataque, em velocidade e altura. O Zé sempre tem cobrado de nós, levantadoras, a jogar mais com elas. Precisamos aproveitar esse potencial que elas têm. Com elas rodando durante o jogo, ajuda em toda a distribuição – afirma Jacke.

Além de estarem bem no aspecto pontuação, Lorena (1,90m) e Diana (1,91m) figuram entre as cinco melhores bloqueadoras da Superliga – na terceira e na quinta posição, respectivamente.

A levantadora disse que tratou de aproveitar a oportunidade dada por Zé Roberto.

– Fiquei muito feliz por ter começado jogando contra o Praia Clube. Nosso time é bem jovem. Praticamente todas nós estamos passando pela mesma fase, de crescimento, amadurecimento, de ganhar experiência. Então em algumas posições não temos titularidade definida. Tudo depende dos treinos, das opções táticas para o jogo, do momento. Todas nós, sem exceção, devemos estar preparadas a todo momento.

A partida contra Brasília é considerada pela jogadora como uma boa oportunidade de o time voltar a ganhar tração na tabela de classificação:

– É um jogo muito importante para nós. Viemos sim de uma sequência de derrotas contra os times maiores, e agora temos um adversário direto. Estamos cientes também de que não será nada fácil, mas estamos nos preparando para sair com um bom resultado, que nesse momento nós ajudará muito.

Entre o elenco, é forte a convicção de que a equipe vem progredindo, a despeito dos últimos resultados.

– Nosso time tem evoluído muito a cada treino e jogo, tanto em questões técnicas como táticas. E o mais bacana é saber que ainda temos mais para evoluir em todos os sentidos. Isso nos motiva bastante – afirma Jacke.

Por falar em evolução, o time tem sido cobrado e vem se cobrando bastante para não dar pontos de graça ao adversário.

– Ainda cometemos uma quantidade muito grande de erros, inclusive em momentos cruciais do jogo em que precisamos ter mais calma para saber o que fazer com cada bola. Talvez por ansiedade ou inexperiência, muitas vezes acabamos tomando a decisão errada e acabamos comprometendo um set e até mesmo o jogo. Creio que, quando conseguirmos administrar um pouco melhor isso, e obedecermos mais fielmente as instruções táticas, poderemos ter melhores resultados – finaliza.

Veja também

Saiba onde ver os jogos da Superliga na semana

Sem a confirmação da transmissão dos quatro jogos das quartas de final da Copa Brasil femi…