Maicon
Home Categorias de base Maicon, 2,15m: “Sempre treinei muito passe e defesa”
Categorias de base - Destaques - 28 de dezembro de 2020

Maicon, 2,15m: “Sempre treinei muito passe e defesa”

O ponteiro Maicon dos Santos França, 16 anos, 2,15m de altura, trocou, neste mês de dezembro, o Fluminense pelo Sada/Cruzeiro. Ele, que ainda tem mais seis anos até ser, oficialmente, considerado da categoria adulto, vai defender o time Infanto do clube celeste e ser preparado para chegar ao time principal. O assistente-técnico de Marcelo Mendez, Beto Martelete, falou com o Web Vôlei sobre o novo “gigante” do vôlei brasileiro.

– Maicon é um garoto que a gente já observa há um tempo. Ano passado, a gente já queria trazer ele. Ficamos um ano conversando e agora ele veio. É um menino 2004, muito grande, de muito potencial, 2,15m. Se a gente conseguir fazer esse menino se aperfeiçoar ainda mais como ponteiro ele vai ser um diferencial no mundo do voleibol pela altura. ele já é um garoto muito coordenado. Tem a coordenação motora muito boa só. Temos de ajustar algumas coisas nele em relação à recepção, ao gesto de ataque, mas é um garoto bem novo. Estamos muito felizes com ele aqui. Agora é trabalhar. Ele ainda tem 5 anos até chegar ao adulto. É trabalhar  duro para que ele e a gente possamos colher os frutos mais adiante – disse Beto.

Fã do campeão olímpico Giba, Maicon começou a jogar vôlei aos 8 anos, por causa do irmão, que também jogava. Uma das maiores preocupações dos técnicos das categorias de base com jogadores tão altos já desde a adolescência é em relação à coordenação para passar e defender.

– No meu time anterior, eu sempre treinei muito passe e defesa. Mas aqui no Sada vamos treinar bastante, inclusive a movimentação das pernas, que o ponteiro precisa muito. Tem sido muito bom conviver com o s ídolos do voleibol. Está sendo espetacular. Estou aprendendo muito. Me inspiro em todos eles. Uns na forma de ser, outros na forma de jogar. Cada um tem uma porcentagem grande em me inspirar – disse o jogador, que se destacou em torneios intercolegiais e participou da seletiva da CBV no início do ano passado, em Saquarema, quando ainda atuava como central.

Maicon pensa grande e sabe que o voleibol brasileiro está de olho nele:

– Meu objetivo, no início, é ganhar títulos pelo Sada Cruzeiro e, no futuro, vestir a camisa da Seleção e trazer muitas alegrias para o Brasil – disse o jogador.

 

Veja também

Taubaté ganha e segue na caça ao Sada Cruzeiro

Dois dias depois de terem se enfrentado pelas quartas de final da  Copa Brasil, na última …