Oppenkoski
Home Superliga Rodriguinho e Oppenkoski saem do banco e são destaques
Superliga - 4 de dezembro de 2020

Rodriguinho e Oppenkoski saem do banco e são destaques

Com boa atuação de Rodriguinho, Lopes e Oppenkoski, o Sada Cruzeiro venceu mais uma dentro de casa pela Superliga Masculina Banco do Brasil 2020/21. Por 3 a 0 e com domínio total do confronto, o time de Marcelo Mendez bateu o Apan Eleva Blumenau na noite desta quinta-feira, 03/12, no ginásio do Riacho, em Contagem. Com o saque agressivo, um grande trabalho do sistema defensivo, principalmente no bloqueio, e a virada de bola eficiente, a equipe celeste teve o controle da partida e manteve a invencibilidade como mandante. O Sada Cruzeiro segue na vice-liderança, com 19 pontos, dois a menos que o líder Taubaté. Veja aqui a classificação.

A dupla de ponteiros do time celeste dividiu o posto de maior pontuador, com 14 marcações de López e Rodriguinho no placar. E com um aproveitamento de 75% no ataque, Rodriguinho ainda foi o escolhido pela torcida como melhor em quadra. Rodriguinho substituiu Facundo Conte, que sentiu dores no joelho.

– Estou feliz demais em receber o Viva Vôlei novamente. Não estou acostumado, sempre tivemos aqui muitos jogadores queridos pela torcida, e estou muito feliz de participar um pouco mais disso, receber esse carinho, muitas mensagens em redes sociais dizendo que estão torcendo por mim, se inspirando em mim para treinar. É muito gratificante. E hoje acho que o nosso sistema de bloqueio/defesa/contra-ataque foi muito bem. Nosso bloqueio incomodou, tocou em muita bola e isso colocou no adversário a dúvida do que fazer, pois a gente marcou muito bem – disse o camisa 11.

Aos 20 anos de idade, Oppenkoski também brilhou:

O jovem oposto Oppenkoski, de 20 anos, saiu do banco ainda no primeiro set para substituir Alan e permaneceu até o final da partida. Ele marcou 11 vezes e foi o atacante mais eficiente da equipe mineira, com 77% de aproveitamento das bolas que recebeu.

– Venho treinando pesado há muito tempo, sempre me preparando muito para entrar, e foi uma sensação maravilhosa estar dentro de quadra e contribuir para uma vitória. Busquei fazer no jogo o que a gente vem fazendo no treino, sem peso, sem alimentar expectativa, só focado em dar o meu melhor para entrar e não sair mais do jogo – analisou Oppenkoski.

 

Veja também

Gabi e Tainara no radar do Conegliano?

Duas ponteiras brasileiras ganharam força nos bastidores do Conegliano para a temporada 20…