Rússia
Home Internacional Rússia punida pelo CAS. Como fica a Olimpíada? E o Mundial?
Internacional - Tóquio-2020 - 17 de dezembro de 2020

Rússia punida pelo CAS. Como fica a Olimpíada? E o Mundial?

Russos foram condenados por um esquema de acobertamento de doping

O Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) anunciou, nesta quinta-feira, em Lausanne, na Suíça, o resultado do julgamento da Rússia, envolvida em vários casos de dopagem nesta década. O país está proibido por dois anos de usar seu nome, hino e bandeira nos eventos esportivos, como a Olimpíada de Tóquio, em 2021, e a Copa do Mundo de futebol no Qatar, em 2022. A decisão, porém, diz que atletas e times russos ainda poderão competir desvinculados dos símbolos do país se não estiverem envolvidos em casos de doping. E esse ponto faz com que entidades internacionais tenham cautela sobre os desdobramentos da punição.

No vôlei, os times masculino e feminino estão classificados para os Jogos Olímpicos e os grupos já foram até anunciados. A Federação Internacional de Vôlei divulgou um comunicado, na tarde desta quinta, pedindo mais informações ao CAS antes de um posicionamento oficial:

“A FIVB buscará maiores esclarecimentos sobre certos pontos com relação à decisão publicada pelo CAS, para permitir tomar uma decisão mais embasada sobre os eventos futuros”.

Outra questão relevante é sobre o Campeonato Mundial masculino de vôlei, que tem a Rússia como sede. O evento está previsto para 2022, ainda dentro do período de suspensão do esporte russo. De acordo com a decisão do CAS, a Rússia está proibida de se candidatar a receber grandes eventos neste período.

“A FIVB analisará em detalhes a decisão completa assim que estiver disponível para abordar o impacto potencial em nossas competições e não faremos mais comentários até esse momento.

A base da denúncia foi o envolvimento de dirigentes da Rusada, órgão responsável para coibir o doping na Rússia, no acobertamento de casos positivos, incluindo também adulteração sistemática de exames e destruição de informações e provas. A Wada, a Agência Mundial Antidopagem, pedia uma punição de quatro anos para os russos, mas viu o prazo cair pela metade no CAS.

Veja também

Barueri faz 3 a 1 e impede Osasco de ser líder

O Osasco São Cristóvão Saúde tinha chance de assumir novamente a liderança da Superliga Fe…