duda
Home Praia Vale o desempate entre Ágatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca
Praia - 2 de dezembro de 2020

Vale o desempate entre Ágatha/Duda e Ana Patrícia/Rebecca

Quinta rodada do Circuito Brasileiro acontece nesta semana

Será disputada nesta semana, entre os dias 3 e 6 de dezembro, a quinta etapa do Circuito Brasileiro feminino, mais uma vez no Centro de Desenvolvimento de Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). Vale o desempate para as duplas olímpicas Ágatha/Duda (PR/SE) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), já que cada parceria ganhou duas das quatro etapas disputadas até aqui.

Assim como aconteceu já na quarta etapa, há duas semanas, o torneio principal terá a participação de 24 duplas divididas em seis grupos com quatro parceiras cada. Serão 16 garantidas pelo ranking nacional, e mais oito que virão da fase classificatória, o qualifying, que acontece ao longo desta quinta-feira, quando outros 24 times se enfrentam em partidas eliminatórias em busca de um lugar entre os melhores.

Os fãs poderão conferir todos os lances do torneio com as transmissões ao vivo realizadas no site voleidepraiatv.cbv.com.br, na fanpage da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no Facebook, no aplicativo da CBV, e, a partir das semifinais, no sábado, exclusivamente nos canais SporTV.

Campeãs na etapa passada, Ágatha e Duda lideram o ranking da temporada e chegam em Saquarema com o intuito de seguir evoluindo de olho nos Jogos Olímpicos do ano que vem. Para a experiente Ágatha, o desafio de um ano tão diferente como foi 2020 é conseguir manter o foco nos objetivos.

– O desafio deste ano foi conseguir manter o foco, depois de tantas incertezas, de uma parada tão grande e poucas competições. Conseguir chegar nessa reta final com um ritmo tão bom, chegando em finais, foi um grande desafio. Normalmente, o final do ano tem um ritmo diferente, pois já teríamos passado por competições nacionais e internacionais, e estaríamos já numa fase mais desacelerada. E desta ver foi ao contrário, nosso ritmo está mais forte agora, no final. Estamos chegando nesta etapa do mesmo jeito que viemos para as outras, com muito foco, que já começa no treinamento. A competição é uma consequência do treinamento, a gente sempre busca estar no lugar mais alto do pódio, estar melhor que na etapa anterior – contou a paranaense.

As atuais campeãs brasileiras, Ana Patrícia e Rebecca ficaram com o bronze na quarta parada do circuito. No meio da última competição, Ana Patrícia sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo que não impediu o pódio da dupla. Recuperada, a atleta, que ao lado de Rebecca também representará o Brasil em Tóquio, quer encerrar o ano com mais uma medalha.

– Nesses últimos dias após a quarta etapa fui averiguar o que aconteceu com o meu tornozelo. Mas não foi nada demais, e eu dei prioridade ao tratamento, para que eu jogasse esta próxima etapa sem problemas. O nosso foco é manter o que viemos fazendo ao longo da temporada, estamos fazendo grandes torneios. Queremos fechar o ano com mais um resultado positivo – disse Ana Patrícia.

Além das duas duplas olímpicas a lista das 16 parcerias garantidas na fase principal pelo ranking conta também com Talita/Carol Solberg (AL/RJ), Tainá/Victoria (SE/MS), Josi/Juliana (SC/CE), Elize Maia/Thamela (ES), Érica Freitas/Thati (MG/PB), Bárbara Seixas/Carol Horta (RJ/CE), Andressa/Vitoria (PB/RJ), Taiana/Paula Pequeno (CE/SP), Hegê/Ângela (CE/DF), Aline/Neide (SC/AL), Juliana Simões/Cacá Richa (PR/RJ), Solange/Verena (DF/CE) e Andrezza/Rosimeire Lima (AM/AL).

Veja também

Superliga Feminina tem nova líder na pontuação

Depois da partida entre Brasília e São Caetano, terça-feira, em jogo atrasado, válido pela…