Campeãs da Areia
Home Praia Estrangeiras treinam no Rio para “Campeãs da Areia”
Praia - 26 de janeiro de 2021

Estrangeiras treinam no Rio para “Campeãs da Areia”

Laura Ludwig demonstra otimismo para os duelos no Brasil

A medalhista de ouro do vôlei de praia na Rio-2016, Laura Ludwig, e sua parceira Margareta Kozuch, já estão treinando no Rio de Janeiro para o Campeãs da Areia, competição que será realizada neste domingo, com exibição pela Rede Globo. A dupla alemã se juntou ao time canadense, formado por Heather Bansley e Brandie Wilkerson, que tem as areias do Leblon como casa e o comando do técnico brasileiro Rico de Freitas desde o ano passado. As quatro estão se preparando para o torneio e não veem a hora de enfrentar as duplas olímpicas Ágatha/Duda e Ana Patricia/Rebecca neste desafio internacional.

Muito identificada com o Rio de Janeiro, principalmente depois de sua conquista em 2016, Ludwig agradeceu a oportunidade de iniciar a temporada internacional de um ano olímpico com uma competição de alto nível técnico. Com uma primeira etapa do Circuito Mundial já confirmada para o início de março, no Qatar, as parcerias esperam retirar o máximo dos confrontos deste domingo.

– Um evento com as brasileiras e canadenses será perfeito para nossa pré-temporada, para praticarmos em alto nível. Treinamos muita técnica durante um longo período e não víamos a hora de voltar a fazer trabalhos específicos, voltados para competição mesmo. Tem muito tempo que não temos esse tipo de treino e muito tempo que treinamos ao ar livre – disse a campeã olímpica.

Um dos confrontos mais esperados do torneio, colocará Ludwig e a brasileira Ágatha novamente frente a frente. E apesar de estarem se enfrentando mais uma vez no Rio de Janeiro, a paranaense, que tem a Cidade Maravilhosa como casa, destaca que apesar de viverem outro momento, mais de quatro anos depois, a vontade de vencer ainda é a mesma.

– Sempre vai existir essa questão quando eu enfrentar a Ludwig, por termos feito a final olímpica. Ainda mais aqui no Rio de Janeiro. Mas hoje vivemos momentos muito diferentes, cada uma com sua nova parceira. Eu já há mais de quatros anos com a Duda, ela agora com a Kozuch. Ela foi mãe também, teve a oportunidade de viver essa outra parte da vida. Então é um novo momento, parceiras diferentes, mas a vontade de vencer sempre vai existir para nós duas – revelou.

Na outra disputa internacional de duplas, as canadenses enfrentarão as atuais campeãs brasileiras Ana Patricia e Rebecca. Elas adotaram o Rio de Janeiro como casa, estão sendo treinadas por Rico de Freitas e querem fazer bonito no Campeãs da Areia.

– Será meu primeiro torneio desde novembro de 2019. Estamos muito ansiosas para competir novamente, conviver com a pressão das partidas, do ambiente competitivo. Será um torneio curto, mas sem dúvida de grande intensidade, com jogos de altíssima qualidade. As parcerias brasileiras são muito fortes e esperamos conseguir dar o nosso melhor para competir com elas – analisou Bansley.

O espírito carioca já parece estar presente entre a dupla do Canadá. Com um desafio diferente pela frente, onde se juntarão à parceria alemã numa disputa de quarteto contra as brasileiras, elas prometem seriedade, mas com uma pitada de diversão.

– Nunca joguei em quarteto, mas sei que será uma experiência muito legal. Nosso relacionamento e entrosamento com a dupla da Alemanha é ótimo. Vamos estar juntas, jogando contra atletas muito fortes. Além de muito forte, o evento será divertido. Vamos poder voltar a jogar, particularmente farei alguma coisa que nunca havia feito e será divertido, sem dúvida. Mas vamos para ganhar – afirmou Wilkerson.

Única parceria a ainda não estar no Rio de Janeiro, Ana Patricia e Rebecca se preparam em sua casa, Fortaleza, no Ceará. E esperam que possam fazer bonito para o público brasileiro no domingo. Primeiro em desafio solo e depois na disputa entre Brasil x Mundo.

– Estamos no início de um ano olímpico e já poder enfrentar parcerias estrangeiras de primeiro nível é muito bom para nós. Apesar de estarmos jogando o Circuito Brasileiro, é diferente. Estamos nos preparando para fazer bonito nesta disputa de Brasil x Mundo. Apesar de ser um torneio amistoso, sempre entramos em quadra para vencer. E não será diferente desta vez. Nem no quarteto. Vamos para ganhar todas as disputas e mostrar ao povo brasileiro que o nosso vôlei de praia segue fortíssimo – finalizou Ana Patricia.

Formato de disputa

O Campeãs da Areia terá três sets de 15 pontos. A primeira parcial será entre Ágatha e Duda e as alemãs Ludwig e Kozuch. Na segunda, Ana Patricia e Rebecca encaram as canadenses Heather Bansley e Brandie Wilkerson. Fechando o evento, haverá a disputa em quarteto entre brasileiras e o time mundo.

Veja também

Veja nova divisão dos times da Liga Profissional Americana

O draft da Liga Profissional Americana feminina para a segunda semana de disputa aconteceu…