Fluminense
Home Superliga Mari sente a lombar e não estreia. Fluminense perde
Superliga - 3 de janeiro de 2021

Mari sente a lombar e não estreia. Fluminense perde

O jogo era Fluminense x Brasília, mas só se falava em uma coisa: a provável estreia da campeã olímpica Mari na Superliga Feminina Banco do Brasil 2020/21. E ela não aconteceu. A camisa 7 do Flu iria começar como titular, mas sentiu dores na lombar durante o aquecimento e foi poupada, ficando no banco de reservas.

O Brasília venceu o confronto por 3 sets a 1 – parciais de 25-23, 25-11, 20-25, 25-23 -, na noite deste domingo (3.01), nas Laranjeiras, em partida válida pela sétima rodada do turno e adiada por causa dos casos de coronavírus em ambos os times.

O resultado fez o time do Distrito Federal subir da 11ª para a 9ª posição, agora com 8 pontos. O Flu é o 10º na tabela, com 6. Veja aqui a classificação. O time carioca volta a quadra na próxima terça-feira, para enfrentar o Curitiba, às 19h, no Paraná, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil, jogo válido pela décima rodada e também adiado. O Brasília enfrenta o Dentil Praia Clube dia 12, em casa, pela segunda rodada do returno. Confira os jogos da semana. Veja aqui o que ainda está em jogo nas próximas rodadas para a Copa Brasil.

Fluminense Brasília Mari
Mari durante o pedido de tempo (Mailson Santana/Fluminense)

A ponteira Isabela Paquiardi entrou a partir do terceiro set fez uma grande partida, marcando 11 pontos e ficando com o Troféu Viva Vôlei. Paula também saiu do banco para dar mais equilíbrio nos contra-ataques da equipe do centro-oeste.

A ponteira Ingrid, do Brasília, foi a maior pontuadora do jogo, com 19 pontos, seguida por Neneca e Paquiardi, ambas com 11. Pelo Flu, Dayse foi que mais pontuou (17 acertos). Natasha fez 11 pontos e Tomé, 6.

O Brasília foi mais eficiente na virada de bola. Marcou 58 pontos de ataque, contra 42 do Flu. Houve equilíbrio nos bloqueios. O Tricolor das Laranjeiras marcou 9 pontos no fundamento, contra 10 das visitantes. A equipe do Distrito Federal marcou 5 aces e cedeu 31 pontos em erros. As cariocas não fizeram pontos de saque e erraram 22 vezes.

 

Veja também

Acidente aéreo: atleta da base do Sesi Bauru perde irmão

Um acidente aéreo, na manhã deste domingo, em Tocantins, matou quatro jogadores, o preside…