Mari
Home Superliga Mari viaja com o Flu e depende de médicos para estrear
Superliga - 4 de janeiro de 2021

Mari viaja com o Flu e depende de médicos para estrear

Jogadora sentiu dores lombares antes do duelo com Brasília

A campeã olímpica Mari viajou, nesta segunda-feira, com o Fluminense para a capital paranaense, local do duelo de amanhã pela Superliga feminina contra o Curitiba Vôlei, às 19h, no ginásio do Colégio Positivo Júnior. Ela será avaliada pelo departamento médico para saber se terá condições de jogo.

Neste domingo, o Flu pretendia promover a estreia da ponta/oposto diante do Brasília, na primeira partid da Superliga em 2021. Mas Mari sentiu dores lombares no treinamento da manhã e acabou ficando no banco de reservas.

De acordo com o clube carioca, “Mari está fazendo fisioterapia e será liberada pelos médicos para o jogo se estiver sem dor nenhuma”.

Com seis pontos em oito jogos, o Flu está na décima posição. Para entrar no G8 ao fim do turno, precisará ganhar dos três compromissos pendentes. Além de Curitiba, ainda enfrentará Sesc RJ Flamengo (na sexta-feira, na Gávea) e São José dos Pinhais/AIEL (data ainda não disponível no site da CBV).

No domingo, Hylmer Dias utilizou Arianne como titular na saída de rede, com Fernanda Tomé e Dayse nas pontas. O treinador. Ele não adiantou em qual posição pretende escalar Mari.

O duelo entre Curitiba e Fluminense será exibido pelo pay-per-view do Canal Vôlei Brasil.

Veja também

Covid: técnico do Vedacit Guarulhos testa positivo

Mais um caso confirmado de coronavírus na Superliga masculina. O Vedacit Guarulhos anuncio…