Ágatha
Home Destaques Outro título das olímpicas Ágatha e Duda
Destaques - Praia - 24 de janeiro de 2021

Outro título das olímpicas Ágatha e Duda

Triunfo neste domingo sobre Bárbara Seixas/Carol Solberg

O domingo foi de decisão no torneio feminino da sexta etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia 20/21. Na grande final, realizada na arena montada no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ), Ágatha e Duda (PR/SE) venceram Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ) por 2 sets a 0 (21/17 e 23/21).

Este foi o quarto título da dupla olímpica na temporada nacional – terceiro consecutivo – em seis finais disputadas. A conquista deste domingo é a décima da dupla em etapas Open do Circuito Brasileiro. Com o ouro da sexta parada Ágatha e Duda somam mais 400 pontos no ranking da temporada e lideram agora com 2320. Em segundo lugar está Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE), com 2000.

A experiente Ágatha tem agora 17 ouros no tour nacional. Medalhista de prata na Rio 2016, a bloqueadora está classificada para a próxima edição dos Jogos, que acontece daqui a aproximadamente seis meses. Com mais uma disputa olímpica no horizonte, Ágatha avaliou como muito boa a sequência do time na temporada. Para a atleta, estar em ritmo forte de competição traz um ganho psicológico importante na busca por outra medalha.

– Para mim o ganho principal desta constância em que seguimos é o psicológico. O ganho físico será visto mais próximo dos Jogos, e a questão tática a gente ainda precisa jogar com os times estrangeiros para vermos o que pode funcionar. Mas participar destes torneios do Circuito Brasileiro, chegando sempre às finais, é um ganho psicológico enorme. E esta foi a terceira final que ganhamos de forma consecutiva, e, pensando nos Jogos Olímpicos que estão chegando, é um trunfo para nós – comentou Ágatha.

Duda, parceira de Ágatha, tem agora 11 títulos em etapas do tipo Open no Circuito Brasileiro. Com 22 anos, a sergipana vive um momento especial na carreira, com a classificação olímpica, a regularidade – que rendeu quatro títulos na temporada-, e a liderança no ranking. Para Duda a paciência foi a chave para a conquista deste domingo.

– (A explicação é) a constância, o trabalho, a dedicação, o dia a dia. E a paciência também, porque a gente sabe que nesse torneio a gente estava voltando de pré-temporada, e nosso corpo ainda não está tão bem fisicamente, então acho que a mentalidade às vezes é o mais importante. E a gente foi muito paciente, estudamos muito, fomos ponto a ponto, passo a passo, e unidas para fazer sempre o nosso melhor – disse Duda, que também comentou sobre a proximidade da realização dos Jogos.

– Claro que a gente pensa, eu penso, porque essa vai ser minha primeira Olimpíada. Mas, a gente nunca sabe o que vai acontecer daqui para frente. Às vezes sai reportagem que vai ter, que não vai ter. Então a melhor forma é controlar a ansiedade e focar no agora, e é isso que estou fazendo agora, como a gente fez no ano passado – contou Duda.

Foi também a primeira final da nova parceria entre Bárbara Seixas/Carol Solberg.

Veja também

Civitanova perde e se complica na Champions

O Civitanova se complicou na abertura dos playoffs da Champions League. Mesmo jogando na I…