Luizão
Home Destaques Emoção na inauguração do “Espaço Luizão”
Destaques - Superliga - 22 de fevereiro de 2021

Emoção na inauguração do “Espaço Luizão”

O ex-massagista do Vôlei Renata morreu um ano atrás

Lenda do vôlei e do esporte brasileiro Luiz Carlos Souza, o Luizão, ficará eternizado no Ginásio do Taquaral, em Campinas. Neste domingo, o Vôlei Renata, time no qual ele trabalhou nos últimos dez anos, inaugurou um local para homenagem ao ex-massagista. O Espaço Luiz Carlos Souza foi mostrado pela primeira vez na vitória do time campineiro sobre o Vedacit Guarulhos, por 3 a 1, pela oitava rodada do segundo turno da Superliga.

A cerimônia de inauguração do Espaço Luiz Carlos Souza teve a presença da família de Luizão, incluindo sua esposa Helena Calmon Souza, duas filhas, Hérica e Heloísa, dois netos, além dos embaixadores do Vôlei Renata, Maurício Lima, e André Heller, e do Secretário de Esportes de Campinas, Fernando Vanin.

O Espaço Luiz Carlos Souza é o complexo que une a sala de fisioterapia, o vestiário do Vôlei Renata e a sala do massagista, que é mantida até hoje. Na entrada do local, o time campineiro montou um banner com fotos e lembranças de toda carreira de Luizão.

– No último sábado (20) fez um ano do falecimento do Luizão, então procuramos uma maneira de materializar as memórias, não só nossas, mas de todo legado que ele deixou para nós. Tivemos a ideia de batizar um local onde ele dominava com o nome dele. Deixar marcado para sempre no ginásio onde fomos felizes ao lado dele. Porque ele é para sempre, é eterno – comenta o gestor do Vôlei Renata, Fernando Maroni.

Luizão
Familiares de Luizão participaram da homenagem no domingo (Pedro Teixeira)

– Ao mesmo tempo que ainda vivenciamos este sentimento da perda nesse um ano, sentimos a presença dele aqui no dia-a-dia e, com essa homenagem, temos a certeza que ele estará por aqui, nos ajudando e nos fazendo companhia – completa o coordenador técnico e embaixador do Vôlei Renata, André Heller.

Luizão trabalhou mais de dez anos no Vôlei Renata. Presente em seis Jogos Olímpicos, inúmeros campeonatos mundiais e querido por esportistas de todo Brasil, ele faleceu no dia 20 de fevereiro de 2020 em Taboão da Serra, onde morava junto com a família.

Veja também

Sheilla ganha tempo em quadra no 2º jogo nos EUA

A oposto Sheilla entrou em quadra pela segunda vez, neste domingo, pela Liga Profissional …