Minas
Home Superliga Fiat/Minas recebe o desfalcado EMS/Taubaté
Superliga - 2 de fevereiro de 2021

Fiat/Minas recebe o desfalcado EMS/Taubaté

Duelo nesta quarta-feira, em Belo Horizonte, tem transmissão do SporTV2

Uma partida isolada movimenta a Superliga masculina nesta quarta-feira. Em Belo Horizonte (MG), o Fiat/Minas recebe o EMS/Taubaté, às 19h, na Arena Minas, com transmissão do SporTV2. O jogo fecha a quarta rodada do returno da competição.

A equipe anfitriã está embalada pela vitória no último sábado contra o Vôlei Renata, um rival direto na disputa pelas primeiras posições. O Minas está atualmente na quarta posição do campeonato, com 27 pontos e 10 vitórias em 14 jogos. Contra o adversário desta quarta, o clube mineiro terá a chance de se aproximar ainda mais dos líderes. O líbero Maique espera mais um jogo duro.

– Temos trabalhado bem e vamos estudar bastante a equipe do Taubaté para tentar anular os pontos fortes. É tentar quebrar a linha de passe, sacar bem e manter nosso volume de jogo. Ficou bem claro que o nosso grupo e a nossa força fizeram diferença no jogo de sábado. Essa união e força vão nos ajudar nos próximos jogos – afirmou Maique.

O Taubaté está na segunda posição da tabela e, assim como o Minas, tem 14 jogos realizados, soma 39 pontos com 13 vitórias. A equipe paulista teve jogos adiados recentemente, e entrará em quadra ainda com alguns desfalques ainda afastados por terem testado positivo para a COVID-19, como o campeão olímpico Lucão, o líberos Thales e Yudi e os experientes Rapha e Riad. Javier Weber, técnico argentino do Taubaté, espera um duelo acirrado contra os minastenistas.

– Os oito atletas que estão treinando e jogando estão muito bem, tanto no ponto de vista físico quanto técnico. Os seis que estão fora pelo Covid, quando voltarem, estarão fora da forma ideal, faz parte dessa situação. Eles vão precisar de um tempo de adaptação após todo esse tempo longe dos treinos. Lógico que isso vai ser um desafio a mais para nós. Mas é uma situação que outras equipes já enfrentaram, e agora é a nossa vez de superar e trabalhar para recolocar esses atletas em boa forma. Temos que pensar sempre em forma mais coletiva do que individual. Nos próximos três jogos (Minas, Itapetininga e Guarulhos) acredito que esse time que jogou contra o Ribeirão é o que estará em quadra. Esperamos que o Felipe Roque esteja 100% já na quarta-feira, para poder jogar o jogo todo. Mas não vamos forçar absolutamente nada. Os jogadores vão voltar no tempo necessário, gradualmente retomando os treinos, sempre preservando a saúde deles. No momento em que cada um dos atletas estiver pronto para encarar um jogo completo, vai entrar na quadra – disse Weber, que volta a ter Gabriel Cândido à disposição.

Veja também

Civitanova perde e se complica na Champions

O Civitanova se complicou na abertura dos playoffs da Champions League. Mesmo jogando na I…