Sada Cruzeiro
Home Copa Brasil Sada Cruzeiro é hexacampeão da Copa Brasil
Copa Brasil - 13 de fevereiro de 2021

Sada Cruzeiro é hexacampeão da Copa Brasil

O Sada Cruzeiro é hexacampeão da Copa Brasil. Numa batalha de mais de três horas, com placares apertados, ralis emocionantes e muita rivalidade em quadra, o time mineiro, que levantou a taça nas edições de 2014, 2016, 2018, 2019 e 2020, conquistou mais um título nesta sexta-feira, na vitória por 3 a 2 sobre o EMS Taubaté Funvic, no Centro de Desenvolvimento do Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ) – parciais de 25-23, 31-29, 18-25, 27-29, 15-13.

A equipe paulista buscava o tricampeonato – venceu as edições de 2015 e 2017. Só os dois times venceram a Copa Brasil desde que a competição voltou para o calendário do vôlei, em 2014.

O Sada Cruzeiro vive melhor momento na temporada, mas o Taubaté conseguiu se superar esta noite. Depois de perder duas finais para o maior rival – da Supercopa e o Super Vôlei, em novembro do ano passado -, o time de Marcelo Mendez, que vem de atuações mais consistentes na Superliga, deu o troco, justamente na competição mais importante: o campeão da Copa Brasil garantiu vaga no Sul-Americano de Clubes, que vai ser confirmado nos próximos dias pela CBV. Taubaté, no entanto, deve participar por convite. O campeão do Sul-Americano de Clubes garante vaga no Mundial de Clubes.

Alan foi o maior pontuador do confronto, com 25 pontos. Maurício Borges fez 24 para Taubaté. Os dois líberos fizeram uma partida memorável, segurando como podiam as bombas que vinham de ambos os lados no saque e no ataque. Douglas Souza saiu do banco de reservas para ser outro destaque de Taubaté. Já merece ser titular. López desequilibrou pelo lado mineiro.

Sada Cruzeiro
López ataca (William Lucas/Inovafoto/CBV)

O Taubaté passou, recentemente, por um surto de coronavírus e vem de atuações irregulares na Superliga. Perdeu por 3 a 0 para o Fiat Minas e quase foi derrotado pelo Vedacit Guarulhos – ganhou por 3 a 2. O Sada Cruzeiro foi mais eficiente na sua virada de bola e no saque, principalmente nos momentos decisivos, com López sendo decisivo no fundamento no tie-break. O bloqueio mineiro amorteceu mais as bolas, gerando contra-ataques.

Quatro dos cinco sets foram marcados pelo equilíbrio, e só acabaram pela diferença mínima. Os treinadores mexeram nas suas formações titulares durante o jogo. Marcelo Mendez tirou López e colocou Rodriguinho – mas voltou com o cubano na terceira parcial – e Javier Weber substituiu João Rafael por Douglas Souza, que entrou bem e comandou a vitória nos terceiro e quarto sets.

O pentacampeão da Copa Brasil teve o match point na quarta parcial, em 24 a 23, mas Alan atacou para fora e o Taubaté empatou em 24 a 24, mas ele se redimiu fazendo o ponto do título, no 15 a 13.

O quinto set foi marcado por um lance polêmico, no 8 a 7 para o Sada Cruzeiro. O desafio pegou a bola de um ângulo diferente e deu a bola dentro, mas ficou claro, na imagem do SporTV, que o saque tinha sido fora. Bruninho e López discutiram na rede e os dois tomaram cartão vermelho, um ponto a mais para cada lado: 11 a 9. Com Lucão no saque, Taubaté empatou em 11 a 11, mas em dois bons contra-ataques com Alan, o Sada Cruzeiro abriu três pontos de frente: 14 a 11. Taubaté salvou um match point em 14 a 13, mas num ataque de Otávio, o time mineiro fechou o set em 15 a 13 e o jogo em 3 a 2.

Superliga

Os dois times voltam agora as atenções para a Superliga. O Sada Cruzeiro lidera a competição, com 48 pontos, quatro a mais que o Taubaté, vice-líder. Vôlei Renata, com 35 pontos, e Fiat Minas, com 33, completam o G4. Veja aqui a classificação completa.

O Taubaté enfrenta o Sesi SP no próximo sábado (20.02), na Vila Leopoldina, às 18h, pela oitava rodada do returno, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. O Sada Cruzeiro tem pela frente o Azulim/Gabarito/Uberlândia, no domingo (21.02), às 19h, com transmissão pelo SporTV 2. Veja aqui a programação e as transmissões da TV neste sábado.

SADA CRUZEIRO: Cachopa, Alan, Isac, Otávio, López, Conte e Lukinha (líbero). Entraram: Cledenilson, Oppenkoski, Resley. Técnico: Marcelo Mendez

EMS TAUBATÉ FUNVIC: Bruninho, Felipe Roque, Lucão, Maurício Souza, Maurício Borges, João Rafael e Thales (líbero). Entraram: Douglas Souza. Técnico: Javier Weber

Veja também

Honorato desequilibra e Minas vence o Uberlândia

Com 20 pontos do ponteiro Honorato, o Fiat Minas derrotou o Azulim Gabarito Uberlândia por…