Fluminense
Home Destaques Veja o caminho do Fluminense contra o rebaixamento
Destaques - Superliga - 18 de fevereiro de 2021

Veja o caminho do Fluminense contra o rebaixamento

Ainda resta uma esperança. Mas não será fácil. A quatro rodadas do encerramento da Superliga Feminina 2020/21, sem chances de playoffs, o Fluminense faz as contas para escapar do rebaixamento – matematicamente ainda dá. O time ocupa a penúltima colocação, com seis pontos e apenas duas vitórias em 18 jogos e precisa vencer pelo menos três das quatro partidas finais, sem necessidade do tie-break, além de torcer contra o São José dos Pinhais/AIEL, para não cair para a Superliga B.

A diretoria anunciou, na segunda-feira, a demissão do técnico Hylmer Dias, que estava havia 5 anos no comando do time adulto. O seu substituto será o assistente  Guilherme Schmitz com que, por coincidência, o time conquistou as duas únicas vitórias até agora na competição.

A “sorte” do Fluminense é que, dos quatro jogos que faltam para ser feitos, dois serão contra adversários diretos. Matematicamente, três times ainda podem ocupar a segunda vaga no descenso – o lanterna São Caetano já caiu. O São José dos Pinhais, décimo colocado, com 13 pontos, e o Pinheiros, nono na tabela, com 16 pontos.

Restam quatro partidas para o encerramento da fase classificatória e, portanto, 12 pontos em jogo. Se o Flu conseguir os 12, chega aos 18 e pode terminar a competição até em nono.

A saga do Fluminense começa na próxima sexta-feira, quando enfrenta o já rebaixado São Caetano, em casa, com a obrigação de ganhar. Na sequência, o time viaja para o São Paulo, para fazer o confronto direto contra o Pinheiros, dia 23 de fevereiro. Em seguida, volta para o Rio e enfrenta o Curitiba, dia 26, em seu ginásio e encerra a maratona naquela que pode ser a “final” da luta contra o rebaixamento contra o São José dos Pinhais, dia 5 de março, fora de casa.

O caminho do São José dos Pinhais também não é fácil. Por isso, o Flu, além de fazer o dever de casa e vencer o próprio time paranaense na última rodada e o São Caetano, na próxima sexta, tem de arrancar ao menos uma vitória sobre Curitiba ou Pinheiros, de preferência por 3 a 0 ou 3 a 1 e, se for perder um dos jogos, perder por 3 a 2. E ainda precisa torcer para que o São José dos Pinhais perca todos os seus jogos. É a única maneira de tirar os sete pontos de vantagem que as rivais têm na tabela atualmente.

A equipe do Paraná tem na sequência: Itambé Minas em BH, nesta sexta-feira; Curitiba em casa, dia 23; Sesc RJ Flamengo no Rio, dia 26, e o Fluminense em casa, dia 5 de março. O Pinheiros enfrenta o Curitiba, no Sul; o Fluminense, em casa; o São Paulo Barueri, no José Correa, e Osasco, no Henrique Villaboin ,na última rodada.  Veja aqui a classificação completa. Confira os jogos desta semana e as transmissões.

 

Veja também

Douglas sai do banco para ser destaque do Taubaté

O EMS Taubaté não teve dificuldades para derrotar o Caramuru por 3 sets a 0 – parcia…