Circuito
Home Praia Brasil com duas duplas na semi do Circuito Sul-Americano
Praia - 29 de março de 2021

Brasil com duas duplas na semi do Circuito Sul-Americano

Competição está sendo disputada no Chile

O Circuito Sul-Americano de vôlei de praia voltou a entrar em ação após um ano suspenso em razão da pandemia da covid. Neste domingo) teve início o Torneio Finals, em Santiago (CHI), para o encerramento da temporada 2020. Na arena montada no Parque Peñalolen, as duplas brasileiras na competição obtiveram um saldo positivo com cinco vitórias em cinco partidas. Oscar/Thiago (RJ/SC) e Andressa/Vitoria (PB/RJ) conseguiram a classificação para as semifinais e seguem em busca de medalhas para o Brasil.

No torneio feminino, Andressa e Vitoria venceram na estreia a dupla venezuelana Agudo/Gabi por 2 sets a 1 (21/14, 19/21 e 15/12). No segundo compromisso, as brasileiras passaram por Michelle/Pati, do Paraguai, por 2 sets a 0 (21/18 e 21/14), e saíram em primeiro no grupo B. Pelo regulamento, a campanha da dupla verde e amarela não foi suficiente para avançar direto às semifinais, e Andressa/Vitoria precisou jogar pela terceira vez.

Nas quartas de final, elas levaram a melhor sobre as uruguaias Fortunati e Simon por 2 sets a 0 (21/8 e 21/16). Na próxima fase, nesta segunda-feira, Andressa e Vitoria terão pela frente Fran Rivas/Chris (CHI), por um lugar na decisão. Apesar do desgaste do longo dia, Andressa estava satisfeita com o desempenho do time e celebrou a classificação.

– O dia foi longo, mas conseguimos alcançar o nosso objetivo, e estamos entre as quatro melhores. Começamos o campeonato um pouco devagar, pois ficamos de quarentena por três dias após chegarmos aqui no Chile. Fomos pegando o ritmo ao longo do dia, mas conseguimos os resultados positivos. Eu e a Vitoria estamos bem entrosadas e confiantes. Estamos muito felizes por estarmos aqui representando o Brasil – comentou Andressa.

Pelo lado masculino Oscar e Thiago jogaram apenas duas vezes. Eles iniciaram a competição vencendo Vicente/Mussa (VEN) por 2 sets a 1 (21/15, 15/21 e 15/7). Na segunda rodada do grupo B os brasileiros superaram Jaramillo e Marcos, do Equador, novamente em uma partida definida em três sets (15/21, 21/15 e 15/5).

A campanha de Oscar e Thiago ficou entre as duas melhores do naipe masculino e eles garantiram vaga direta às semifinais. Agora eles aguardam o vencedor do jogo entre Esteban Grimalt/Marco Grimalt (CHI) e Vicente/Mussa (VEN). Oscar avaliou as partidas disputadas.

– Conseguimos jogar bem em sets distintos. Tivemos um pouco de dificuldade no nosso passe. No primeiro jogo fomos bem no primeiro set e no terceiro, contra a Venezuela. Contra a dupla do Equador fizemos um bom segundo set e um ótimo terceiro. O cansaço da viagem e de ficar no quarto em quarentena acabou pesando um pouco, mas a gente teve muita vontade de reverter a situação. O Thiago foi muito forte na parte mental, e me ajudou muito. E ainda conseguimos a classificação direta para a semifinal – disse Oscar.

O Finals conta com uma dupla em cada naipe de nove países sul-americanos, que foram divididos em três grupos com três participantes cada. Os dois primeiros de cada grupo se classificam. Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Venezuela e Uruguai participam da competição.

A pontuação do Finals é bonificada, e vale o dobro em relação às etapas normais. O primeiro colocado leva 400 pontos, o segundo 360 pontos, o terceiro 320, e cada posição seguinte tem um decréscimo de 60 pontos. No ranking masculino o Brasil está em primeiro com 380 pontos, seguido de Chile e Argentina com 320, e a Colômbia tem 240. Entre as mulheres a liderança também é brasileira com 400 pontos, com as argentinas em segundo (360), e chilenas e equatorianas na sequência com 260 pontos.

Veja também

Rússia convocada com Kosheleva e Goncharova

A seleção russa feminina foi convocada, nesta segunda-feira, para o início dos treinamento…