taubaté
Home Superliga Taubaté sofre, mas vence o Vôlei Renata no tie-break
Superliga - 3 de março de 2021

Taubaté sofre, mas vence o Vôlei Renata no tie-break

Quando saiu a escalação do Vôlei Renata, sem três titulares – Gonzalez, Vaccari e Vissotto -, a sensação foi a de que provavelmente veríamos uma vitória tranquila do EMS Taubaté Funvic na rodada. Mas, não foi o que aconteceu. Jogando no Ginásio do Abaeté, os donos da casa tiveram de suar muito a camisa para derrotar a equipe campineira. Apesar da derrota, o Vôlei Renata sai fortalecido do clássico, por fazer mais um jogo duríssimo contra uma equipe de investimento muito maior. E ainda desfalcado. E o Taubaté sai também bem “treinado” para a pedreira que tem pela frente, o Sada Cruzeiro, sábado, às 21h30, novamente no Abaeté, com transmissão pelo SporTV 2.

O Taubaté venceu os dois primeiros sets e a partida caminhava para um 3 a 0 tranquilo. Mas, o time de Campinas conseguiu empatar o jogo e chegou a estar vencendo o tie-break por 7 a 4 e depois 10 a 8, com chances reais de vencer. O Taubaté virou no final do set, com Douglas Souza novamente desequilibrando, fazendo 3 a 2, com as parciais de 25-19,25-21, 20-25, 24-26, 17-15, em partida válida pela sétima rodada do returno da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21.

O resultado não alterou a posição das duas equipes na tabela. O Taubaté segue na vice-liderança, agora com 52 pontos, atrás do líder Sada Cruzeiro, que tem 60. O Vôlei Renata se manteve em terceiro, com 48 pontos. Se tivesse vencido, teria chances matemáticas de brigar pela segunda colocação na rodada de encerramento, no sábado. Veja aqui a classificação.

Douglas Souza foi o maior pontuador do jogo, com 21 pontos e faturou mais um Viva Vôlei – desde o dia 30 de janeiro já foram cinco premiações individuais. Felipe Roque, que teve uma atuação importante nos quarto e quinto sets, contribuiu com 17 pontos. Maurício Souza fez 12 (5 de bloqueio), Maurício Borges pontuou 9 vezes, Lucão 4, João Rafael 6 e Gabriel Cândido 5.

O central Barreto foi o maior pontuador do Vôlei Renata com 17 pontos (6 deles de bloqueio), seguido pelo oposto Angellus, com 16, o ponteiro Vaccari, 15, Renan, 7, Michel Saraiva, 6, Cristiano 3, Temponi 2 e Melqui 2.

A ideia do técnico Horácio Dileo, era poupar três titulares: o levantador Demian González , o oposto Leandro Vissotto e Vaccari. Mas, Temponi sentiu o joelho no primeiro set e o camisa 13 foi para o jogo, sendo fundamental para a reação campineira na partida.

Weber também mexeu bastante no time. Começou com o sexteto titular mas no terceiro set, diante da reação do Vôlei Renata, trocou Felipe Roque por Gabriel. No quarto set, o Vôlei Renata fez 22 a 14 e o treinador voltou com Felipe Roque, colocou João Rafael e Rapha na no lugar de Bruninho. A inversão deu muito certo. Felipe Roque foi para o saque e só saiu de lá no 22 a 22. E foi o responsável pelos outros dois pontos do time na parcial, que acabou sendo vencida pelos visitantes. Rapha, João Rafael e Felipe Roque foram mantidos no tie-break.

O Vôlei Renata teve ótima atuação no bloqueio e, como consequência, nos três últimos sets, melhorou muito o volume de jogo. Mas, o poderio ofensivo dos anfitriões fez a diferença no quinto set. No total, Taubaté marcou 57 pontos de ataque contra 47 de Campinas; Foram 9 aces do lado dos donos da casa, contra 5 dos visitantes. O Vôlei Renata marcou 16 pontos de bloqueio e o Taubaté, 8. O time de Campinas cometeu 38 erros e a equipe de Javier Weber, 37.

Douglas Souza comemorou a vitória e mais uma bela atuação:

– Eles sabem jogar contra a gente, jogam muito bem contra a gente. Estou feliz com a minha evolução porque estou podendo ajudar o time do jeito que eu gosto. Foi bom o jogo ter sido disputado assim porque no sábado temos uma pedreira – disse Douglas Souza, referindo-se ao jogo contra o Sada Cruzeiro,no sábado.

Taubaté tem ainda duas partidas por fazer. Além do Sada Cruzeiro, enfrenta o Sesi SP, na segunda-feira, às 21h30, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, com transmissão pelo Canal Vôlei Brasil. O Vôlei Renata tem pela frente o Caramuru – que precisa vencer para seguir com chances de escapar do rebaixamento -, às 19h, no Ginásio do Taquaral, em Campinas (SP). Veja aqui os jogos da semana e as transmissões.

Veja também

Taubaté busca acertar atrasados antes de anunciar reforços

Campeão da Superliga masculina 2020/2021, o EMS/Taubaté passará por uma grande reformulaçã…