Thaisa
Home Superliga Thaisa: destaque no saque, ataque, pontuação e bloqueio
Superliga - 2 de março de 2021

Thaisa: destaque no saque, ataque, pontuação e bloqueio

Já não é novidade que a central Thaisa vem sendo, desde a temporada passada, o destaque da Superliga Feminina de Vôlei. A bicampeã olímpica acumula VivaVôleis e pontuações que mais parecem pontuação de opostas, jogadoras que normalmente recebem as bolas decisivas do jogo. Na Superliga 2020/21, Thaisa segue se destacando nas estatísticas da CBV. Ela é a segunda maior pontuadora, terceira melhor sacadora, segunda atacante mais eficiente e sexta maior pontuadora da competição.

No bloqueio, a central do Itambé Minas trava um duelo particular com a meio-de-rede Mayany, do Osasco São Cristóvão Saúde. Thaisa já marcou 85 pontos de bloqueio contra 91 de Mayany. Nas estatísticas que levam em consideração o número de bloqueios por set disputados, ela é melhor. 1,29 bloqueio por parcial, contra 1,26 da central do time paulista. Thaisa fez os 85 pontos em 66 sets disputados, enquanto Mayany fez os 91 pontos no fundamento em 72 sets jogados.

A campeã olímpica nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012 é a terceira melhor sacadora da Superliga, com 21 aces, atrás da oposta Polina Rahimova, do Sesi Bauru, com 25, e da companheira de time, a ponteira Pri Daroit, com 22. A oposta Ariane, do Brasília, é a quarta, com 21 aces e a levantadora Claudinha, do Dentil Praia Clube a quinta, com 20 pontos de saque.

Thaisa é a segunda atacante mais eficiente da temporada, com 56% de aproveitamento (173 pontos de ataque em 309 bolas recebidas), atrás da central Jineiry Martinez, do Praia, que tem os mesmos 56% de aproveitamento (111 ataques convertidos, de 198 tentativas). Juciely, do Sesc RJ Flamengo, é a terceira colocada, com 53% (129/245).

A central do Minas é também a sexta maior pontuadora da Superliga, com 279 pontos, o que é um feito raro para uma meio-de-rede, já que as opostas e as ponteiras normalmente pontuam mais, por receberam mais bolas. Thaisa é a única central da lista entre as 17 primeiras colocadas. Ariane lidera a lista, com 344 pontos, seguida por Polina (328), Ivna (306), Tandara (289) e Ana Cristina (280).

O Minas é o líder isolado da Superliga 2020/21, com 60 pontos e apenas uma derrota até agora – para Osasco, por 3 a 0, no turno. Veja aqui a classificação completa. O time encerra a participação na fase classificatória na próxima sexta-feira, contra o Brasília, às 19h, em BH, com transmissão pelo SporTV, provavelmente sem a oposta norte-americana Dani Cuttino, que se recupera de uma torção no tornozelo direito. Veja aqui a programação desta semana e os jogos que serão transmitidos.

Veja também

Taubaté busca acertar atrasados antes de anunciar reforços

Campeão da Superliga masculina 2020/2021, o EMS/Taubaté passará por uma grande reformulaçã…