Taubaté Vôlei Renata
Home Superliga Taubaté ganha e põe um pé na final da Superliga
Superliga - 7 de abril de 2021

Taubaté ganha e põe um pé na final da Superliga

O EMS Taubaté Funvic derrotou o Vôlei Renata por 3 a 1 e pode garantir vaga na semifinal já no próximo sábado

O EMS Taubaté Funvic saiu na frente na semifinal da Superliga Masculina de Vôlei 2020/21 ao derrotar o Vôlei Renata por 3 sets a 1 – parciais de 25-23, 25-17, 21-25, 25-17 – na noite desta quarta-feira, no Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema e já pode garantir vaga no próximo sábado, quando as duas equipes voltam a se enfrentar, no mesmo local, às 21h30, com transmissão pelo SporTV 2.

Outro time que abriu a semifinal com vitória foi o Fiat Minas, que derrotou o Vôlei UM Itapetininga por 3 sets a 0 na abertura da rodada. Os mineiros garantem vaga na decisão se voltarem a vencer os paulistas sábado, às 19h. O terceiro confronto, se necessário, será na segunda-feira (12.04). Confira aqui a tabela das semifinais da Superliga Masculina 2020/21.

O central Mauricio Souza,  autor de 8 pontos – 4 deles no bloqueio – foi o melhor em quadra e faturou o Troféu Viva Vôlei. O ponteiro Vaccari e o oposto Leandro Vissotto, ambos do Vôlei Renata, foram os maiores pontuadores do jogo com 19 acertos cada um. Pelo Taubaté, o ponteiro Douglas Souza marcou 18 pontos e o oposto Felipe Roque, 16.

O Vôlei Renata tenta chegar à final da Superliga pela segunda vez da sua história, depois do vice-campeonato da temporada 2015/2016 – perdeu o título para o Sada Cruzeiro. O Taubaté busca seu segundo título  – foi campeão em 2018/2019, batendo o Sesi-SP na final.

Nos dois primeiros sets, o Taubaté imprimiu um ritmo forte no saque e no bloqueio, amortecendo as bolas do Vôlei Renata e pontuando bem nos contra-ataques. O time campineiro abusou dos erros de saque e ataque. Na terceira parcial, Vaccari jogou bem e comandou a virada de bola, virando na segunda metade do set e contando com erros do rival. O técnico Javier Weber começou o quarto set com Rapha no lugar de Bruninho e o jogo foi equilibrado até o oitavo ponto. Depois disso, novamente o bloqueio do Taubaté voltou a funcionar, amortecendo as bolas para pontuar nos contra-ataques. No terceiro set, Leandro Vissotto sentiu dores no pescoço, mas seguiu em quadra até o final.

– O jogo nosso time acaba sentindo um pouco por ter jogado antes com o time completo. Eu machuquei, teve jogador com covid. Eu estava sentindo falta de ritmo. O caminho da vitória é manter a intensidade do terceiro set. A gente vai pensar nisso, refletir e encontrar uma solução – disse Vaccari, em entrevista ao SporTV depois do jogo.

EMS TAUBATÉ FUNVIC: Bruninho, Felipe Roque, Maurício Souza, Lucão, Douglas Souza, Maurício Borges e Thales (líbero). Entraram: Rapha, João Rafael, João Franck. Técnico: Javier Weber

VÔLEI RENATA: Demián González, Vissotto, Michel Saraiva, Barreto, Vaccari, Temponi e Bruno Bello (líbero). Entraram: Cristiano, Angellus, Melqui. Técnico: Horácio Dileo

Veja também

Destaques individuais da última Superliga feminina

No fim de outubro, os destaques do vôlei feminino brasileiro estarão em ação novamente na …