Thaisa
Home Destaques Thaísa recebe apoio de amigos. Veja a repercussão
Destaques - Superliga - 7 de abril de 2021

Thaísa recebe apoio de amigos. Veja a repercussão

Depois de anunciar sua aposentadoria da Seleção Brasileira, na noite de terça-feira (06.04) – um dia após conquistar a Superliga Feminina de Vôlei 2020/21 com o Itambé Minas – por meio de um comunicado, e de oficializar que não vai fazer parte do grupo do técnico José Roberto Guimarães nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, a central Thaisa recebeu o apoio de amigos, companheiras e dos fãs nas redes sociais.

A bicampeã olímpica Jaqueline – as duas conquistaram o ouro, juntas, nos Jogos de Pequim-2008 e Londres-2012 -, escreveu: “Você é gigante. Parabéns por tudo que você fez pela Seleção”.

“Gigante. Vai fazer muita falta. Mas estamos do seu lado”, disse a ponteira Natália, que vai aparecer na lista de Zé Roberto que deve ser divulgada na próxima quinta-feira. O treinador fez uma convocação preliminar na semana passada com 11 atletas – que já haviam terminado seus compromissos nos clubes. As centrais Bia, Adenízia e Mayany; a ponteira Ana Cristina, as opostas Lorenne, Tandara e Rosamaria, as levantadoras Roberta e Dani Lins e as líberos Nyeme e Camila Brait. Zé Roberto convidou as centrais Diana e Lorena e a ponteira Karina a participarem dos treinos.

A expectativa era a presença de Thaísa na próxima lista, mas ela revelou que fisicamente não consegue mais aliar a temporada de clubes com a de seleção. “É exatamente por não conseguir mais dar esta entrega, física e mental, que eu encerro minha história com a Seleção. Os últimos anos foram duros para o meu corpo, convivendo com dores diariamente. Não consigo ajudar ao grupo todo da forma como gosto e entendo que seja necessária. Preciso descansar e respeitar, mais do que tudo, o meu corpo, que é minha ferramenta de trabalho. Pensando na longevidade da minha carreira em clubes, é hora de me recuperar. Conversei com meus médicos e familiares e chegamos a esta conclusão”, escreveu a bicampeã olímpica.

“Fodástica”, escreveu o líbero bicampeão olímpico Escadinha (Atenas-2004 e Rio-2016).

“Você é gigante! Tive muita sorte de dividir momentos inesquecíveis ao seu lado! Parabéns e obrigada por tudo! Seu legado é perene”, postou a também bicampeã olímpica líbero Fabi, hoje comentarista do SporTV.

A companheira de time e campeã da Superliga 2020/21 a oposta norte-americana Dani Cuttino também se manifestou: “Incrível jogadora e companheira de time. Sou abençoada por ter divido a quadra com você”.

O bicampeão olímpico Maurício, ex-levantador da Seleção Brasileira, atualmente embaixador do time do Vôlei Renata, foi compreensivo: “Simplesmente te respeito e te agradeço por tudo que fez pelo Brasil. Deus te abençoe. Temos de compreender a sua decisão de coragem e lealdade com todos. Agora, a camisa 6 da Seleção, não sei quem vai ter coragem de usar e corresponder”, brincou o ex-camisa 6 da Seleção Masculina.

“Não tenho adjetivos para você. Choramos e ganhamos muito juntas. Aprendi muito com você. Torço e sempre vou torcer por você, loirão, vai fazer muita falta no voleibol brasileiro, rainha das quadras”, escreveu a central Adenízia, campeã olímpica em Londres-2012.

A central Bia também postou: “A maior de todas”.

“Tha, admiro muito a atleta que você é e toda a sua história. Sou grata por ter tido a oportunidade de jogar ao seu lado e aprender com você. Parabéns por tudo que você foi e ainda será. Você merece. Gratidão por me inspirar”, disse a central Carol, do Dentil Praia Clube, que deve ser convocada por Zé Roberto na lista de quinta-feira.

“Você é exemplo, cara. Sorte a minha ter convivido com um ser humano como você. Obrigada pelo seu legado. Você inspirou gerações. Você me inspirou. Te amo, na moral”, postou a levantadora Bruninha, que jogou ao lado de Thaísa no Minas, na temporada 2019/20 na última Superliga foi destaque do Curitiba.

“Ai meu coração… Vai ser tão estranho e diferente não te ver lá. Mas é a vida né. Você é gigante e tem uma história maravilhosa de muito brilho, trabalho, dedicação e superação. Uma mulher guerreira e que sempre inspirou e irá inspirar muitos. Sou fã”, disse o líbero do Fiat Minas, Maique.

A central norte-americana Rachel Adams, companheira de time de Thaísa na Turquia, em 2016, também se manifestou: “Tão grata. Eu joguei com você e contra você na minha carreira. Você sempre será um ser humano incrível. Vai fazer muita falta. Sua determinação e sua jornada inspiram muitas pessoas”.

A ponteira norte-americana Jordan Larson, vice-campeã olímpica em Londres 2012 – perdeu a final justamente para o Brasil e ex-companheira de Thaísa no Eczacibasi – escreveu: “Foi um prazer jogar com você e competir contra você. Uma das maiores centrais que já vi jogar. Desejo que você tenha sucesso no que vier a seguir. Se quiser jogar nos Estados Unidos, me procure”.

“Gigante. Você é gigante”, escreveu a líbero Camila Brait.

“A melhor! Parabéns pela temporada, pelo exemplo e pela sua dedicação”, disse a levantadora Roberta.

Veja também

Taubaté busca acertar atrasados antes de anunciar reforços

Campeão da Superliga masculina 2020/2021, o EMS/Taubaté passará por uma grande reformulaçã…